Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Sepaco assume gestão de Rede Paineiras

Publicidade

Atender a demanda por saúde de todos os cinco mil funcionários e seus familiares, além de realizar atendimentos particulares. Este era o objetivo da Rede Paineiras, fundada pela Suzano Papel e Celulose S/A em setembro de 1993, no distrito de Itabatã na cidade de Mucurí, no sul da Bahia, que teve em 1997 sua gestão transferida para a Pró-Saúde, que em fevereiro de 2011 passou o bastão para a autogestão do Sepaco.

Após dezoito anos de existência, a instituições que era administrada pela Pró-Saúde desde 1997, passou para as mãos da autogestão Sepaco em fevereiro de 2011. “As vidas da Rede Paineiras eram geridas diretamente pela Suzano e posteriormente pela Pró-Saúde agora passaram a contar com a experiência da Sepaco em sua autogestão”, afirma o superintendente do Sepaco e responsável pela administração da Rede Paineiras, Marcos Anacleto.

De acordo com o superintendente, o Hospital Paineiras pretende investir cerca de um milhão de reais em infraestrutura e equipamentos médicos como parte da estratégia para atingir o crescimento projetado para 2011 de 20%. “Neste primeiro momento faremos o básico, sempre focados em melhorar a qualidade do serviço”.

Atualmente, o Hospital Paineiras realiza cerca de 5,5 mil atendimentos mensais, sendo 30% desse total vindos da própria Suzano Papel e Celulose, 25% de pacientes particulares e beneficiários de 36 operadoras de saúde e 5% do programa Cliente Especial, que é um cartão de descontos dentro da Rede Paineiras destinado à população que não tem acesso à saúde suplementar.

Leia o raio x completo do hospital na edição de março da Revista Fornecedores Hospitalares.

Veja as fotos da instituição em nossa galeria de imagem.

Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/#!/sb_web e fique por dentro das principais notícias de Saúde.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta