HIS17 Já emitiu sua credencial gratuita para o HIS '17? Já são +1.800 profissionais! Clique aqui

Semana da Saúde: radiologia digital transforma da gestão à assistência

A implantação da radiologia digital em centros de diagnóstico proporciona melhorias tanto nos processos de trabalho quanto no atendimento aos pacientes. É o que aponta pesquisa realizada pela Canada Health Infoway, no Canadá – país que possui rede de atendimento radiológica 99% digital. Segundo o estudo, 93% dos profissionais acreditam que a tecnologia melhora os processos de trabalho e proporciona mais facilidade ao acesso das imagens, e 85% apontam melhorias no cuidado aos pacientes.

No Brasil, a implementação da radiologia digital ainda está no início, mas já há sinais de crescimento, como explicou Eduardo Alvarez Ribeiro, CIO da proRADISDe, durante a  1ª Semana da Saúde*. Segundo ele, por aqui ainda há certo receio sobre o assunto devido ao medo com a questão da segurança, dúvidas sobre os custos, além do aspecto cultural de que o médico precisa estar presente em todos os procedimentos para garantir proteção e qualidade.

“Temos, hoje, aproximadamente 10 mil radiologistas no Brasil, com uma concentração maior no Sudeste e Sul. Em 2014, 34% dos laudos que passaram pela base de softwares da proRADIS foram feitos de telerradiologia. Já em 2016, foram 50%. Porém, ainda estamos distantes do que acontece em outros países, como o Canadá que tem quase 100% do centro diagnóstico usando o recurso, e os Estados Unidos, com 75%”, afirma Ribeiro, ressaltando que os benefícios da radiologia digital impacta todo o ecossistema de Saúde – radiologistas, pacientes, médicos, clínicas e hospitais, e operadoras de saúde. Veja, a seguir, alguns deles:

  1. Expansão de serviços e do atendimento

A tecnologia permite que os especialistas, de diversas áreas, atuem em uma mesma clínica, o que aumenta a qualidade do serviço e possibilita que radiologistas de São Paulo, por exemplo, possam atuar em casos de outras cidades, como Belo Horizonte. Os especialistas podem discutir e trabalhar em um caso, interagindo e melhorando a precisão do diagnóstico e do tratamento. Além disso, um radiologista pode produzir mais, aproveitando o tempo que usaria em um trajeto para realizar um atendimento. “Em São Paulo, por exemplo, costumamos passar muitas horas no trânsito. Com a tecnologia, o profissional pode trabalhar nesse período ou, até, passar mais tempo com sua família”, explica Ribeiro.

  1. Mais qualidade e segurança

Para o paciente, a digitalização garante a segurança de um diagnóstico obtido por meio de tecnologia de ponta, com equipamentos cada vez menos invasivos e cuja imagem mostra com mais nitidez o resultado do exame. Há, ainda, a facilidade do acesso mais rápido e cômodo ao laudo, que fica armazenado no sistema para que o médico possa consultá-lo a qualquer momento, sem a necessidade de que o paciente vá ao consultório com a película em mãos.

  1. Ganhos financeiros

Ao se digitalizar, o centro de diagnóstico ganha não só a melhoria da capacidade de atendimentos, mas também a otimização dos processos de trabalho. Essa maior produtividade se junta à economia de dinheiro e tempo trazida pela diminuição no número de impressões em películas, que são caras. Há soluções que imprimem arquivos sob demanda, apenas quando os pacientes solicitam os resultados na recepção. Além disso, cada vez que um equipamento fica parado, se perde dinheiro. “A medida que se tem a possibilidade de que radiologistas de outras unidades e cidades realizem o exame, mais pacientes serão atendidos e, consequentemente, há ganho financeiro e otimização dos custos. Isso se reflete nos preços, tanto para o paciente quanto para a instituição”, conclui Ribeiro.

Assista à entrevista Medicina sem fronteiras: o que muda na relação entidade X prestador com a telerradiologia e as receitas geradas pelos centros remotos de medicina diagnóstica  e saiba:

  • Quais cuidados, em termos de gestão, as clínicas e centros de diagnóstico devem ter para usar bem a radiologia digital;
  • O futuro da telerradiologia;
  • Quais os principais erros no processo rumo à radiologia digital.

*A Semana da Saúde, evento virtual organizado pelo portal Saúde Business e pela MV, com apoio estratégico de conteúdo da essense, foi realizada de 4 a 7 de abril de 2017 e mostrou as principais tendências tecnológicas que estão revolucionando o setor de Saúde.

banner-radiologia

       

Deixe uma resposta