Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Sem estresse!

Publicidade

Estimativas apontam que o estresse acomete 80 milhões de brasileiros. É hora de procurar o médico quando o estresse é continuado, podendo comprometer o sono, a disposição, o humor, a libido, o apetite, a concentração e a memória. De acordo com o chefe do Serviço de Psiquiatria e Psicologia Clínica do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF), Marco Antônio Alves Brasil, há também repercussões sobre a parte somática, causando emagrecimento e incapacidade de defesa imunológica.

As doenças psicológicas não são as únicas desencadeadas pelo estresse, que pode afetar também o trato digestivo. O gastroenterologista do HUCFF Antônio José Carneiro explica que o distúrbio pode alterar a motilidade do intestino e, no caso do estômago, possibilita o aumento da produção do ácido clorídrico.

A pele também sofre com as ansiedades do mundo moderno. O estresse pode levar ao desencadeamento de múltiplas doenças, além de dificultar seu tratamento e cura. Segundo a chefe do Serviço de Dermatologia do HUCFF, dermatite seborréica, vitiligo, alopecia areata e psoríase são doenças que podem ter influência da emoção.

Segundo Brasil, a melhor maneira de prevenir é não se expor a situações estressantes, o que nem sempre é possível na vida cotidiana. “Diante dessas situações, devemos procurar evitar que elas se prolonguem. Deve-se sempre procurar contrapor esses períodos de estresse com atividades físicas, de lazer e tudo aquilo que possa afastar uma pessoa das preocupações”, indica.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta