HIS17 Já emitiu sua credencial gratuita para o HIS '17? Já são +1.600 profissionais! Clique aqui

Secretário da prefeitura de SP visita a maior smart city

Publicidade

Seguindo a agenda da comitiva da prefeitura de São Paulo em viagem à China, o secretário de inovação e tecnologia, Daniel Annenberg, visitou ontem (25) o maior projeto de smart city do mundo, em Yinchuan. A cidade, que fica a cerca de 900 quilômetros da capital Pequim, tem servido de modelo de soluções para as cidades do futuro. A responsável pela infraestrutura inteligente de Yinchuan é a ZTE, líder global em soluções de telecomunicações e tecnologias de internet móvel para empresas e consumidores, juntamente com a prefeitura da cidade chinesa.

O modelo de parceria entre a ZTE e a prefeitura de Yinchuan resultou no planejamento e construção de uma cidade inteligente com 10 sistemas principais e 13 módulos que aproveitam as vantagens regionais da cidade. O modelo inteligente de Yinchuan foi muito bem avaliado pelo primeiro ministro da China, Li Keqiang, e chamou a atenção do núcleo de tecnologia da cidade de São Paulo.

As comunidades inteligentes de Yinchuan otimizam recursos de serviço público e reúnem serviços empresariais para facilitar a vida dos moradores, como por exemplo, o apoio de um novo modelo de serviço médico, que permite às estações de saúde fornecer 18 itens de checkup gratuitos aos cidadãos. Os hospitais podem, remotamente, monitorar os resultados dos exames para descobrir doenças e indicar o tratamento mais adequado, otimizando a alocação de recursos médicos por meio de uma classificação hierárquica.

O núcleo da cidade inteligente é o Data Center Inteligente de Yinchuan. Com a arquitetura denominada “cloudnetwork-map”, desenvolvida pela ZTE, os dados de diversas indústrias e setores de município são agrupados, sem confinamento de informações. O Data Center Inteligente funciona em conjunto com o Centro Unificado de Operações Urbanas (UOC), baseado na computação em nuvem, internet das coisas, Big Data e outras tecnologias de informação de nova geração para coleta, centralização e compartilhamento de dados, a fim de promover a maior integração entre as tecnologias de informação e industrialização.

“Enxergamos essa visita como uma boa oportunidade de buscar inspiração para solucionar alguns dos problemas da cidade de São Paulo de um jeito inovador, olhando para o futuro”, disse o secretário Daniel Annenberg.

       
Publicidade

Deixe uma resposta