Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Secretaria inaugura segundo tomógrafo móvel do RJ

Publicidade

A fila era grande na manhã de segunda-feira (28) na praça da Cinelândia, centro do Rio, durante a inauguração do segundo aparelho de tomografia móvel comprado pelo governo do estado. O advogado Márcio Fernandes Ribeiro machucou o ombro esquerdo na semana passada ao ser atropelado na Tijuca, zona norte do Rio. Morador de Jacarepaguá, zona oeste, ele foi um dos primeiros a fazer um exame no novo tomógrafo.
“Passei aqui na sexta-feira, vi o pessoal montando esse aparato, peguei o telefone e consegui marcar. A iniciativa é boa, mas poderia ficar melhor se outros hospitais tivessem esse tipo de equipamento.”
No Rio de Janeiro, apenas o Hospital de Saracuruna tem esse tipo de equipamento de tomografia. Na rede particular, o exame custa cerca de R$ 900.
O governador do Rio, Sérgio Cabral, explicou que o caminhão deve atender a todos os 92 municípios do estado. Ele afirmou que a compra de um segundo equipamento de ressonância magnética está em estudo. O governador anunciou ainda que, em agosto, será inaugurado o Centro de Imagem que está sendo construído em frente à Central do Brasil.
“Acho que nenhuma rede privada do Rio tem um centro de imagem como o nosso. Vamos ter essa cobertura móvel de imagem, os hospitais fixos com serviço de imagem e um grande centro de imagem com especificidades para a mulher, com mamógrafos de última geração.”
De acordo com o secretário de Saúde, Sérgio Cortez, o primeiro tomógrafo adquirido pelo estado, que começou a operar em agosto de 2009, já realizou mais de 20 mil exames. “Antes, havia pessoas que precisavam esperar cerca de quatro anos na fila para realizar um simples exame de tomografia.”
O caminhão com os equipamentos para tomografia e outro para ressonância ficam na Cinelândia até o dia 20 de abril. Até a última sexta-feira, já haviam sido marcadas 770 consultas. Os pacientes só poderão realizar os exames com a prescrição médica de um hospital público. O agendamento pode ser feito por meio da secretaria municipal que irá encaminhar à secretaria do estado um documento com as demandas para o serviço.
Importado dos Estados Unidos, o tomógrafo, que custou cerca de R$ 3 milhões aos cofres públicos, é capaz de realizar um exame de corpo inteiro em 30 segundos. Em geral, esse tipo de exame leva cerca de meia hora. O tomógrafo móvel tem capacidade para realizar até 70 consultas por dia. Sua manutenção e uso são feitos por uma empresa terceirizada pelo governo do estado. 
 
Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/#!/sb_web e fique por dentro das principais notícias de Saúde.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta