Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Secretaria de Saúde interdita cinco lotes de anticoncepcional em SP

Publicidade

Cinco lotes do anticoncepcional Nociclin tiveram na última sexta-feira (30) sua interdição cautelar determinada pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. O medicamento está proibido de ser distribuído e comercializado em todo o Estado. De acordo com a secretaria, só na fábrica da capital foram retidos 4,6 milhões de comprimidos.
Deixe o seu comentário sobre esta notícia
Tem mais informações sobre o tema? Então, clique aqui
De acordo com o governo estadual, exames realizados no Instituto Adolfo Lutz, órgão da Secretaria, indicaram que a absorção do princípio ativo do anticoncepcional pelo organismo pode ser inferior ao necessário para a prevenção à gravidez.
Foram proibidos os lotes de nº. 157430, 152933, 156383, 156389 e 156390 do Nociclin. A Secretaria já informou a Anvisa sobre a decisão e enviou comunicado à EMS sobre os resultados das análises.
A Secretaria também informou o Ministério da Saúde sobre o caso, uma vez que a pasta adquire anticoncepcionais da EMS para distribuição na rede pública de saúde. E determinou a retenção de 164,2 mil cartelas (ou 4,6 milhões de comprimidos) que o Ministério enviou à Fundação para o Remédio Popular (Furp) para entrega em cidades paulistas com menos de 500 mil habitantes.
 
 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta