Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Saúde x Doença

Publicidade

O modelo de atenção à saúde suplementar deve adotar medidas de promoção à saúde e controle de doenças. É o que sugere a consultora da Marsh, Sheila Clezar, que falou sobre Gestão de Saúde x Gestão de Doença no Focus Group realizado ontem. ?O assunto continua em pauta, porém ainda se fala muito mais do que se faz.? Dados indicam que 50% dos óbitos são causadas por doenças que podem ser prevenidas como alcoolismo e tabagismo.
Para melhorar a negociação e o controle de custos, é imprescindível entender quanto, como, onde e em que se gasta. A consultora explica que a gestão médica adequada deve ter como foco 75% no diagnóstico da anamnese, 10% em exames físicos, 5% em exames laboratoriais e 5% em tecnologia mais complexa. Para Sheila, os desafios envolvem seis ?Cs?: comunicação, credibilidade, consistência, continuidade, comprometimento e coragem.
?Cada vez mais os hospitais terão que se posicionar e trabalhar com protocolos de saúde e de doença, como é feito nos EUA. Em 2004, os custos médicos americanos registravam 7,5% e no ano passado caiu para 6,1%.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta