Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Saúde sofre defasagem de R$ 1,7 bilhão no Orçamento

Publicidade

Os representantes da Frente Parlamentar de Saúde apresentaram descontentamento com a proposta orçamentária para 2007. O motivo: os recursos destinados à Saúde sofreram defasagem de R$ 1,7 bilhão. O assunto foi discutido ontem durante a reunião da FPS com o relator do orçamento, o senador Valdir Raupp (PMDB-RO). Segundo informações, o valor inicial a ser destinado à pasta era de R$ 44 bilhões. Para justificar o corte, o Raupp alegou que o orçamento para 2007 é mais apertado de todos e que será necessário encurtar o cronograma para tentar votar a matéria no Congresso até o dia 22/12. Caso contrário, a definição só sairá em março do ano que vem.
Para os representantes de entidades da área a decisão só vem agravar a atual situação da saúde pública no País. Segundo o deputado e vice-presidente da Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Darcísio Perondi (PMDB-RS) a crise se intensificou com a falta de recursos do SUS e que o limite bancário dos hospitais está estourado. ?É uma proposta louca e desumana. A cada R$ 100 pagos em atendimentos, o governo paga apenas 60% dos gastos?, declarou.
Depois de ouvir os parlamentares e representantes das entidades, o Raupp declarou que iria levar a reivindicação ao Comitê do Orçamento, mas também lembrou que ?destinar R$ 1,7 bilhão para uma única área é praticamente impossível?.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta