Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Saúde inaugura mais duas UPAs em São Paulo

Publicidade

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, inaugurou neste sábado (04) mais duas Unidades de Pronto Atendimento 24 Horas (UPA), nos municípios paulistas de São Carlos e de São Bernardo do Campo. O Ministério investiu R$ 2,6 milhões na construção dessas UPAs, que começam a funcionar de imediato.
O Brasil passa a ter 91 UPAS em funcionamento. Segundo comunicado da instituição já foram liberados desde o ano passado recursos para a construção e compra de equipamentos de 456 unidades no País. Dessas, 123 são no estado de São Paulo.
As UPAs são divididas em três tipos, de acordo com a população da região a ser coberta e a capacidade instalada (área física, número de leitos disponíveis, recursos humanos e capacidade diária de atendimentos médicos). As novas UPAs de São Carlos e de São Bernardo do Campo são classificadas como sendo de porte I e cobrem uma região de até 100 mil habitantes, atendendo até 150 pacientes no período de 24 horas.
Um dos principais objetivos das UPAs 24h é reduzir as filas à porta das emergências dos hospitais. Nas localidades que contam com as UPAs, 97% dos casos são solucionados na própria unidade.
São Carlos
A UPA 24h instalada na Vila Prado foi a primeira a ser inaugurada no município de São Carlos e vai cobrir outros 15 bairros da região. A unidade absorverá a demanda por atendimentos nos hospitais, especialmente da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia e do Hospital Escola Municipal Professor Dr. Horácio Carlos Panepucci.
A unidade foi construída com recursos do convênio do Programa de Qualificação da Atenção Hospitalar de Urgência no Sistema Único de Saúde (QualiSUS), de R$ 1,2 milhão. A prefeitura destinou mais R$ 120 mil para a obra. Atualmente, o investimento nas unidades é feito diretamente entre o Fundo Nacional de Saúde e os Fundos Municipais de Saúde.
São Bernardo do Campo

A UPA inaugurada neste sábado no bairro de Riacho Grande vai receber R$ 1,2 milhão por ano do Ministério da Saúde para custeio – já havia sido destinado pela pasta R$ 1,4 milhão para obras e equipamentos. Do município, são provenientes mais R$ 4,6 milhões nesta construção. A unidade deve desafogar os centros de saúde dos setores de Riacho Grande, Santa Cruz e Fincos.
Esta é a quarta UPA a entrar em funcionamento no município de São Bernardo do Campo – ainda estão previstas mais uma unidade de porte I e outras quatro de porte II. No município, já funcionam as UPAs da Vila São Pedro (desde 2009), Demarchi/Batistini (inaugurada em junho deste ano) e da Vila União (de setembro deste ano), todas de porte II.
 Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/#!/sb_web e fique por dentro das principais notícias de Saúde.
 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta