Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Saúde inaugura 20 leitos no Mato Grosso do Sul

Publicidade

O Ministério da Saúde, por meio da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e a Secretaria Municipal de Saúde de Dourados (MS), inaugurou ontem, o setor de Pediatria do Hospital Universitário do município. Com os novos leitos, a instituição passa a ser mais uma referência no atendimento à saúde das comunidades indígenas do Mato Grosso do Sul. A unidade terá 20 leitos. Serão seis unidades de terapia intensiva (UTI) e 15 leitos de enfermaria destinados exclusivamente ao atendimento das crianças indígenas.
O novo setor terá ainda um programa de capacitação dos profissionais de saúde em padronização e qualificação do atendimento às crianças indígenas com desnutrição grave. O treinamento será oferecido por um médico especialista do Instituto Materno-Infantil de Pernambuco (Imip), um das instituições de referência do Ministério da Saúde e da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) na assistência hospitalar a desnutridos.
A quantidade de leitos disponível será capaz de atender toda a demanda existente na região sul do estado. Além de profissionais da Secretaria Municipal de Saúde de Dourados, terá também o reforço de especialistas contratados pela Funasa para dar suporte ao atendimento à saúde da comunidade indígena.
Em Dourados, desde o início do ano, a Funasa reforçou a equipe que presta atendimento médico aos índios, que, atualmente, tem dez médicos, cinco nutricionistas, dez enfermeiros e 33 agentes comunitários. Os profissionais, além de acompanhar os casos de crianças internadas, percorrem, todos os dias, as aldeias da região para avaliar as condições nutricionais das crianças. No último levantamento, feito em parceria com funcionários da Prefeitura de Dourados, as equipes médicas avaliaram 534 crianças de até cinco anos e identificaram desnutrição ou risco de desnutrição em 120, de acordo com os critérios do Programa de Vigilância Nutricional do governo federal.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta