Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Saúde fecha acordo de R$ 2 mi após mortes de xavantes

Publicidade

A Secretaria Especial de Saúde Indígena (Seasi), do Ministério da Saúde, assinou convênio no valor de R$ 2,07 milhões para contratar, com a ONG Organização Nossa Tribo, 104 novos profissionais de saúde para Campinápolis (MT) – cidade onde oito índios xavantes morreram desde o início do ano por falta de assitência médica.
Enquanto isso, oito crianças continuam internadas, em estado crítico, com sintomas de pneumonia, desnutrição e desidratação, no hospital da cidade. Outros 73 índios estão na Casa de Apoio à Saúde do Índio (Casai).
Segundo reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, das 2 mil crianças nascidas em 2009, 60 morreram de doenças respiratórias, parasitárias e infecciosas. Esse número pode ser bem maior, pois, segundo o secretário de Saúde de Campinápolis, João Ailton Barbosa, os índios estão abandonados nas aldeias.
De acordo com Barbosa, não tem agente de saúde na região e as equipes estão incompletas. O hospital de Barra do Garças, referência para a cidade, não tem pediatra e não aceita mais cuidar das crianças indígenas.
Com o reforço de funcionários, a ONG Nossa Tribo passará a contar com 504 pessoas para atender os xavantes. Em nota, a Secretaria de Saúde informou que providenciou a compra de seis novas ambulâncias e fechou contrato com uma empresa para manutenção da frota. “Com isso, será possível – diz a nota – colocar em campo os 15 veículos atualmente parados por falta de reparo.”
Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/#!/sb_web e fique por dentro das principais notícias de Saúde.
 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta