Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Saúde elabora plano para reduzir mortalidade infantil

Publicidade

A elaboração de um plano executivo que oriente os gestores municipais de saúde do Amazonas e viabilize avanços nessa área é o principal resultado esperado para o encontro de secretários municipais de saúde do estado, representantes do governo estadual e do Ministério da Saúde, iniciado ontem (25), em Manaus. Entre os avanços estão a redução da mortalidade infantil, a ampliação da cobertura vacinal e o combate a doenças como a dengue e a malária.
Deixe o seu comentário sobre esta notícia
Tem mais informações sobre o tema? Então, clique aqui
Com a elaboração desse plano, os municípios terão as diretrizes do estado para alcançar as metas estabelecidas no Pacto Amazonas para o Futuro, firmado entre o governo do estado e as prefeituras em janeiro deste ano.
Ao estabelecer as diretrizes, o Amazonas pretende reduzir em 10% a taxa de mortalidade infantil em 2009 e 2010, tendo os indicadores do ano passado como referência. Com relação à cobertura vacinal, a meta é prevenir hepatite B, poliomelite, febre amarela e rotavírus entre as crianças. Entre os adultos, a meta é imunizar contra febre amarela 95% das pessoas que não tomaram a vacina nos últimos 10 anos.
As doenças endêmicas – entre elas a malária e a dengue – também estão na mira desse plano. A expectativa é que a malária sofra redução de 40% este ano e de 30% em 2010. Quanto à dengue, as metas impõem queda de 30% em 2009 e de 50% em 2010.  As diretrizes seguem uma orientação do governo federal para melhoria dos índices de qualidade de vida dos brasileiros.
Na avaliação do diretor do departamento de Monitoramento e Avaliação da Gestão do Ministério da Saúde, André Bonifácio, esse evento inicia mais um ciclo na gestão da saúde, considerando o ingresso nas administrações municipais dos novos gestores municipais. Para ele, a qualificação dos novos e dos antigos gestores é fundamental para que o Amazonas avance em relação ao Sistema Único de Saúde (SUS). Dos 62 secretários municipais de saúde, 40 são novos na função.
“Este encontro representa uma iniciativa fundamental para que todos se unam em torno de um projeto comum, que é a qualidade de vida do cidadão amazonense. Isso é fundamental para ampliar nosso grau de consciência sobre essa política pública que é o SUS, patrimônio da sociedade brasileira, e para que juntos possamos qualificar esse sistema em âmbito nacional.”
Segundo a presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Amazonas (Cosems), Adriana Moreira, o estado encontra muitos desafios por causa das dificuldades geográficas, mas o maior deles é a implantação do pacto de gestão.
“O pacto é uma das diretrizes do Ministério da Saúde e, no Amazonas, apenas Manaus já aderiu. A partir do momento que outros municípios fizerem adesão, poderemos implantar os colegiados para gestão regional e nos articular melhor”, explicou.
O encontro – “Promovendo a Saúde no Amazonas para o Futuro” – foi organizado pela Secretaria de Saúde do Amazonas (Susam), com apoio do Ministério da Saúde e do Cosems. Todos os secretários de saúde dos 62 municípios amazonenses foram convidados a participar. Por enquanto, 48 deles conseguiram chegar a Manaus, mas a expectativa dos organizadores é que a participação atinja a marca mais próxima do total de convidados.
A programação será realizada até sexta-feira (27) e vai garantir aos gestores municipais o acesso às informações sobre financiamento, responsabilidades da esfera municipal e descentralização das ações de saúde. O objetivo é facilitar o exercício da gestão e estabelecer parcerias para a co-gestão da saúde pelo governo estadual e as prefeituras.
Uma cartilha com orientações sobre vigilância sanitária, ambiental e epidemiológica também será entregue aos secretários pela Fundação de Vigilância em Saúde para destacar as metas deste ano e o financiamento das ações previstas.
“Ao fim desse encontro, os secretários vão voltar para seus municípios com todo planejamento necessário a fim de alcançar as metas propostas pelo governo federal. Equipes técnicas também vão acompanhar e auxiliar esses municípios”, afirmou o secretário de Saúde do Amazonas, Agnaldo Costa.
 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta