Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Saúde é direito de todas as mulheres

Publicidade

No mês em que se comemora o “Dia Internacional da Mulher”, os holofotes da mídia estão voltados para as conquistas do público feminino ao longo dos anos, as lutas e batalhas para alcançarem os direitos. Todavia, o que muitas vezes fica esquecido é o direito que elas têm em relação à saúde.

“É preciso lembrar que as mulheres têm direito ao planejamento familiar, exames de: pré-natal, pré-nupcial, prevenção do câncer de colo do útero e câncer de mama, com orientação do autoexame das mamas, Doenças Sexualmente Transmissíveis DST/AIDS”, é o que orienta o ginecologista e diretor técnico do Hospital e Maternidade MadreCor de Uberlândia, Adrianos Loverdos.

No Brasil, vários órgãos públicos desenvolvem programas que favorecem a mulher no quesito saúde. Mas é importante que ela tenha a consciência de que é necessário estar atenta à freqüência com que procura o médico. “Muitas vezes, a prevenção evita doenças graves e faz com que a pessoa tenha uma melhor qualidade de vida”, alerta o médico.

Segundo Loverdos, a cada seis meses é importante que a mulher procure o ginecologista e realize exames preventivos. “No Brasil, temos registrado um índice alto de mulheres, principalmente acima dos 40 anos, infectadas pelo vírus da AIDS. Sem falar na incidência de câncer no colo do útero e das mamas. Muitas vezes por falta de orientação e prevenção. A mulher deve ter uma atenção maior com a saúde”, aconselha.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta