HIS17 Já emitiu sua credencial gratuita para o HIS '17? Já são +1.600 profissionais! Clique aqui

Saúde do sangue do brasileiro será mapeada

Publicidade

Um levantamento sobre informações pessoais e do sangue de doadores de três hemocentros brasileiros: fundações Pró-Sangue (SP), Centro de Hematologia e Hemoterapia de Minas Gerais (Hemominas) e a Hemope, de Pernambuco, fará parte do programa internacional Retrovirus Epidemiology Donor Study (Reds), financiado pelo Instituto Norte-Americano de Saúde. Serão investidos no projeto cerca de US$ 3 milhões ao longo de quatro anos. O professor João Eduardo Ferreira, do Instituto de Matemática e Estatística da USP, foi convidado a desenvolver um banco de dados com as informações. O objetivo dos organizadores é encontrar uma forma eficaz que englobe bancos de sangue para a elaboração de estudos referentes à segurança transfusional.
O banco de dados auxiliará as três instituições na análise das informações levantadas durante o processo de triagem dos doadores e que ficam armazenadas em seus sistemas. A triagem é o momento em que são obtidos dados importantes referentes ao comportamento epidemiológico de uma região.

       
Publicidade

Deixe uma resposta