Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Saúde apresenta casos bem-sucedidos em epidemiologia

Publicidade

A Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde promove hoje, em Brasília, a apresentação dos trabalhos vencedores da 3ª Mostra Nacional de Experiências Bem-sucedidas em Epidemiologia, Controle e Prevenção de Doenças (Expoepi). A abertura do evento ocorreu pela manhã, no auditório Emílio Ribas, na sede do ministério, com a presença do secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa, informa a Agência Saúde São abordados quatro temas: Doenças Transmitidas por Vetores, Doenças Imunopreveníveis, Vigilância Ambiental e Tuberculose. Na categoria “Epidemiologia, prevenção e controle de doenças transmitidas por vetores”, é apresentada a experiência desenvolvida pela secretaria estadual de saúde do Rio Grande do Sul na vigilância da febre amarela silvestre. Alguns dos méritos do trabalho foram os de detecção precoce da circulação do vírus da febre amarela em macacos e a adoção de um método inovador para monitoramento da circulação viral. A ação desenvolvida pela Secretaria impediu a ocorrência de situação de risco para a população e o surgimento de casos humanos.
Outro trabalho é o “O uso da informática como instrumento para o monitoramento da cobertura vacinal no município de Curitiba (PR)”. Esta experiência foi eleita por apresentar inovação na estratégia e caminhos para solução de importantes problemas relacionados à vacinação de rotina por intermédio da oferta de um cartão de vacinação on line, proporcionando a detecção e busca de pessoas sem imunização e o levantamento oportuno de cobertura vacinal, entre outros aspectos.
Em seguida vem a “Investigação epidemiológica de exposição a chumbo proveniente de empresa de baterias”, realizada pela Secretaria Municipal de Saúde de Baurú (SP), que apresentou metodologia completa, atendendo amplamente a todos os critérios de avaliação: relevância, impacto positivo na resolução do problema, sustentabilidade, caráter inovador, reprodutibilidade, adequação dos métodos empregados na investigação, apresentação de resultados, conclusões e recomendações baseadas nas evidências do caso e clareza e objetividade da apresentação durante a Expoepi. Uma das características do trabalho foi a utilização de um método inovador na investigação da contaminação do solo.
No tema da Tuberculose, a experiência selecionada também destacou-se pelo seu caráter inovador, reprodutibilidade, apesar da complexidade de sua implementação e melhor clareza na apresentação oral. O trabalho vitorioso foi “Expansão do modelo de excelência do controle da tuberculose para o PAM Newton Bethlen da AP4.0 no Município do Rio de Janeiro”, da secretaria municipal de saúde.
A 3ª Expoepi foi realizada em novembro de 2003 e premiou ações exitosas que contribuíram para o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS).

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta