Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

São Paulo cria projeto para reduzir infecção em UTIs

Publicidade

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo vai lançar projeto, para reduzir o índice de infecção hospitalar de corrente sanguínea em UTIs.Até o momento, 50 hospitais do Estado, entre públicos e privados, assinaram a carta de intenção para participar do programa, em caráter experimental. Entre eles pode-se citar o Instituto do Coração do HC-FMUSP, Hospital Estadual de Vila Alpina, Hospital Alemão Oswaldo Cruz e Hospital A.C. Camargo.

Em 2010, o Ministério da Saúde tornou obrigatório o monitoramento deste tipo de infecção no Brasil, o que é feito no Estado de São Paulo desde 2004.
Por conta deste monitoramento, identificou-se que neste período houve queda das infecções de trato urinário (de 8,29 para 6,07 por 1.000 internações em 2010) e de pacientes entubados por pneumonia (de 19,92 para 15,2).
No entanto, de acordo com a publicação, o índice das infecções por corrente sanguínea, decorrentes da colocação de cateteres, teve discreto aumento, passando de 4,14 para 5,07 por 1.000 internações, no período entre 2004 e 2010.
Segundo a Divisão de Vigilância Hospitalar do Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE), é muito interessante para o Estado baixar este índice por dois motivos: o primeiro e mais importante é porque se trata do de maior mortalidade. Além disso, gera maior custo no tratamento desses pacientes para controle das infecções.
De acordo com a assessoria, o projeto terá três etapas. A primeira, já em curso, vai levantar, por meio de questionários aplicados a profissionais de saúde e preenchimento de planilhas, o procedimento detalhado de operação de implantação e utilização de cateteres nas UTIs pesquisadas.
Em junho, novo encontro entre os participantes deve discutir os procedimentos existentes e criar um padrão, que passará a ser utilizado por todos. Na fase final, os 50 hospitais participantes relatam os resultados obtidos com as interferências.
A única experiência com uso deste protocolo em esfera governamental foi realizado em Michigan, nos Estados Unidos, com 103 hospitais. Segundo literatura especializada, foi possível uma redução satisfatória neste tipo de infecção.
 
Hospitais participantes do projeto-piloto





































 

 

SÃO PAULO-CAPITAL

GRANDE SÃO PAULO E INTERIOR

Hospital A. C. Camargo

Beneficência Portuguesa de Araraquara

Hospital Alemão Oswaldo Cruz

Casa de Saúde e Maternidade São Carlos

Hospital Bosque da Saúde

Irmandade da Santa Casa de Misericordia de São Carlos

Hospital de Aeronáutica de São Paulo

Conjunto Hospitalar Sorocaba

Hospital do Coração (HCOR)

Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto

Hospital do Servidor Público Municipal

Hospital São Lucas Ribeirania – Ribeirão Preto

Hospital e Maternidade Escola Municipal

Hospital Alvorada – Jacareí

V.N. Cachoeirinha

Hospital Carlos Chagas – Guarulhos

Hospital Estadual Vila Alpina 

Maternidade Jesus, José e Maria – Guarulhos

Hospital Municipal São Luiz Gonzaga

Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo – Mogi das Cruzes

Hospital Samaritano

Hospital de Base de São José do Rio Preto

Hospital Unimed Santa Helena

Hospital Santa Helena – São José do Rio Preto

Hospital Universitário da Faculdade de Medicina da USP de São Paulo

Hospital e Maternidade de Assis

Instituto do Coração (INCOR)

Hospital Geral Carapicuíba

Hospital Municipal Dr. Alípio Correa Neto

Hospital Geral de Itapecerica da Serra

Hospital Municipal Dr. Arthur Ribeiro de Saboya

Hospital Geral de Pirajussara

Santa Casa de São Paulo

Hospital Municipal Drº José de Carvalho Florence –

São Camilo Santana – São Paulo

São José dos Campos

Hospital Policlin Nove de Julho São José dos Campos

 

Irmandade Santa Casa de Misericordia de São José dos Campos

 

Hospital Nossa Senhora das Graças – Presidente Prudente

 

Hospital Nossa Senhora de Fátima – São Caetano do Sul

 

Hospital Santa Ignez – Indaiatuba

 

Hospital Unimed de Araçatuba

 

Hospital Universitário de Marília

 

Hospital Guilherme Álvaro – Santos

 

Hospital Metropolitano – Campinas

 

Hospital Municipal de São Vicente

 

Santa Casa de Jaú

 

Santa Casa de Misericórdia de Itapeva

 

Santa Casa de Misericórdia de Pindamonhangaba

 

Santa Casa de Ourinhos

 

 

 

 

 

 

 

SOBAM Centro Médico Hospitalar – Jundiaí

Unimed Leste Paulista – São João da Boa Vista

 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta