Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

São Domingos nega compra de medicamento abaixo do preço

Publicidade

Em nota enviada ao portal Saúde Business Web, o Hospital São Domingos, localizado em São Luís (MA), informou que o preço de R$ 4,9 mil pago pelo Mabthera corresponde ao valor de mercado do medicamento, e que, o valor de R$ 6 mil era o praticado para vender ao governo.
“Em relação à notícia veiculada de que o valor praticado pelo fornecedor estaria abaixo do preço de mercado, esta não procede, na medida em que o Hospital São Domingos vem adquirindo o medicamento Mabthera, desde outubro de 2003, de fornecedores distintos, cujos preços apresentaram variação abaixo de 10%, tendo havido inclusive aquisição por valores inferiores ao mencionado.”, diz a nota.
Contraponto
Segundo a assessoria da Roche, fabricante do medicamento, o preço médio de mercado do Mabthera é de R$ 8 mil, mas o valor apresenta variações dependendo de negociações feitas com governos ou distribuidores.
Leia a nota na íntegra:
Hospital São Domingos
Assessoria de Imprensa
São Luís, 24/09/09
O Hospital São Domingos é uma instituição Acreditada, ou seja, possui certificação nacional de qualidade para serviços de saúde da Organização Nacional de Acreditação (ONA). Portanto, para toda compra de materiais, medicamentos, equipamentos e serviços hospitalares, possui uma política austera de qualificação de seus fornecedores. Isso significa que exige documentação legal e as licenças pertinentes atualizadas das empresas vendedoras.
No caso em resposta, a empresa fornecedora era legalmente constituída, tendo apresentado licença para o fornecimento da medicação cotada, com a entrega feita mediante apresentação de nota fiscal conforme exigências legais.
Ressalta-se que, no ato do recebimento, o produto passa por criteriosa inspeção, visando atestar sua integridade, principalmente no que se refere às condições de temperatura.
Em relação à notícia veiculada de que o valor praticado pelo fornecedor estaria abaixo do preço de mercado, esta não procede, na medida em que o Hospital São Domingos vem adquirindo o medicamento Mabthera, desde outubro de 2003, de fornecedores distintos, cujos preços apresentaram variação abaixo de 10%, tendo havido inclusive aquisição por valores inferiores ao mencionado.
Vale frisar que materiais, medicamentos e equipamentos estão sujeitos às oscilações cambiais, o que afeta diretamente o preço final.
Fica claro, portanto, que o Hospital São Domingos agiu de boa fé na compra do medicamento em referência sem qualquer indício de irregularidade que pudesse ensejar dúvidas sobre sua procedência, legitimidade e qualidade – sempre garantindo a ética profissional e a segurança do paciente.
 
 
 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta