Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

São Camilo utiliza técnica de marcapasso biventricular

Publicidade

Acaba de ser implantada pela equipe de cardiologia do Hospital e Maternidade São Camilo-Pompéia, em São Paulo, o primeiro marcapasso biventricular, cirurgia até então inédita na instituição. Este marcapasso é indicado para pacientes com insuficiência cardíaca moderada. A diferença do marcapasso biventricular em relação ao comum é que os eletrodos são introduzidos nos dois ventrículos do coração, proporcionando um batimento sincronizado e efetivo nos dois lados do órgão. No marcapasso comum, o eletrodo estimula apenas o ventrículo direito. E com essa técnica o tempo de internação cai para 24 horas.
O aparelho de marcapasso, de cerca de 10 centímetros, é introduzido embaixo da pele na região acima do coração. Os eletrodos do marcapasso são posicionados estrategicamente nos dois lados do coração com a utilização de cateteres. O procedimento é feito por meio de punção venosa subclavia, logo abaixo da clavícula.
Todo trajeto feito pelo cateter até os ventrículos do coração é acompanhado pelo médico numa máquina de raio X, por isso a cirurgia é realizada no setor de hemodinâmica e não no centro cirúrgico.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta