Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

São Camilo Santana recicla chapa de raio-x

Publicidade

Desde o início deste ano, o Hospital São Camilo Santana disponibilizou a todos os seus colaboradores, médicos, parceiros e moradores da região um posto de coleta de chapas de raio-x para reciclagem.,13,De acordo com a chefe do Departamento de Hotelaria do hospital, Eleuza R. M. Amaral, além de conscientizar e orientar seus colaboradores sobre a importância da reciclagem e preocupação com o meio-ambiente, a instituição ainda desperta a conscientização das pessoas que residem próximas ao Hospital. “Os filmes de raio-x contêm metanol, amônia e metais pesados como o cromo, que contaminam o solo e o lençol freático com resíduos tóxicos. Daí a importância da reciclagem”.,13,O objetivo é reduzir o número de filmes de raio-x. A primeira foi em 2009 com a implementação do CR (Computed Radiology), que consiste na substituição dos chassis convencionais de raio-x por cassetes fotossensíveis que “transformam” as informações contidas na película radiográfica, em sinais elétricos capazes de serem “lidos” em equipamento digital e disponibilizadas em monitores diagnósticos para avaliação e ajustes antes da impressão das películas. Essa tecnologia associada ao sistema PACS (Picture Archiving Communication System) provê também a capacidade de distribuição dessas imagens através de redes de informação para as diversas áreas do hospital. ,13,Desde esta implementação, o número de impressão de filmes caiu significativamente. Segundo o chefe do Centro de Diagnóstico por Imagem do Hospital São Camilo Santana, Jani Salvático, em 2010, foram feitas 5.400 impressões de radiografias contra mais de 84.000 exames realizados, em pacientes internos. “Em média deixamos de imprimir 93% dos exames realizados, as imagens foram visualizadas em monitores dos diversos setores do Hospital”, afirmou, em nota. ,13,Os filmes coletados pelo Hospital são encaminhados a uma empresa especializada em soluções para recuperação de prata, fundição e tratamento de efluentes. Os cristais de prata do raio-x são transformados em talheres e joias, por exemplo. Já as chapas são transformadas em folhas de acetato de poliéster (PVC) de alta qualidade, podendo ser utilizadas na fabricação de embalagens, divisórias, capas de caderno e bolsas.,13,Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/#!/sb_web e fique por dentro das principais notícias de Saúde.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta