Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Santa Joana rastreia medicamentos até a beira do leito

Publicidade

A farmácia do Hospital Santa Joana, localizado em Recife, passou a ter controle automatizado sobre as medicações que saem para as enfermarias. De acordo com a instituição, este é mais uma etapa do seu projeto de rastreabilidade de medicamentos. A prescrição eletrônica de medicamentos já implementada em todo o hospital.

e receba os destaques em sua caixa de e-mail.   

Segundo a gerente de Enfermagem, Fátima Sampaio Elas, antes os medicamentos eram rastreados até o posto de enfermagem, mas, a partir deste mês, a rastreabilidade chegou até a beira do leito nas unidades destinadas a pacientes graves e de risco. A ferramenta garante o acompanhamento da medicação desde a compra, junto ao fornecedor, até a administração nos pacientes.

O projeto piloto iniciou na unidade de cuidados especiais, onde a equipe de enfermagem foi inserida gradativamente no treinamento e os testes foram realizados com acompanhamento do suporte de TI. Atualmente 100% da equipe de enfermagem trabalha com o uso do pocket para rastreabilidade nas tarefas diárias.

Quando o produto chega ao hospital, o número do código, lote e data de validade do mesmo são registrados em um sistema interno e podem ser identificados através de um código de barras. “A partir deste sistema integrado de gerenciamento hospitalar, é possível realizar o monitoramento informatizado dos cuidados com o paciente. O compromisso é garantir que o doente tenha acesso a medicamentos de inquestionável procedência, qualidade, eficácia e segurança”, disse o diretor de Logística do Hospital Santa Joana, Roberto Coimbra.

Através de palmtops, que utilizam rede wireless para se conectar remotamente ao sistema do hospital e cruzar as informações, o setor de enfermagem identifica, ao realizar a leitura do código de barras, o nome do paciente que deve receber a medicação. Os pacientes, por sua vez, são identificados através de pulseiras também com códigos de barras, utilizadas para confirmar se a medicação é destinada àquele paciente, confrontando as informações e códigos. O objetivo é garantir o remédio certo, na dosagem correta e na hora prescrita.

Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/#!/sb_web e fique por dentro das principais notícias de Saúde.

 

 

 

 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta