Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Santa Casa de SP pode fechar pronto-socorro

Publicidade

A Santa Casa de São Paulo ameaça fechar as portas do pronto-socorro da unidade central até o fim do mês caso não consiga ajuda dos governos municipal, estadual e federal para reverter a crise financeira por que atravessa. A dívida chega a R$ 120 milhões.

De acordo com Antonio Carlos Forte, superintendente do hospital, a situação financeira se agravou em 2010 e só tem piorado neste ano. O hospital atende exclusivamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O governador Geraldo Alckmin anunciou na sexta (06) um repasse extra para as Santas Casas do interior. A de São Paulo ficou de fora, pois já recebe um aporte extra de R$ 1,8 milhão ao mês. De acordo com informações do jornal O Estado de S. Paulo,  a entidade fechou 2010 com uma dívida de R$ 80 milhões, com prejuízo nos quatro primeiros meses deste ano na ordem de R$ 40 milhões.

Segundo o superintendete do hospital, Antonio Carlos Forte, o volume de atendimentos no pronto-socorro aumentou 30% em um ano – hoje são atendidos cerca de 1.030 pacientes por dia.

Na quinta (05), técnicos e diretores do Ministério da Saúde visitaram a unidade. O secretário de Atenção à Saúde do ministério, Helvécio Magalhães, diz que foi criada uma equipe tripartite (envolvendo os três governos) para analisar as finanças do hospital.

De acordo com a Secretaria Estadual da Saúde, na capital paulista, a Santa Casa é o hospital que mais recebe recursos extras. A pasta diz que se prontificou a criar um plano de ajuda financeira ao hospital e espera que a unidade não reduza o atendimento, pois acredita que uma medida extrema como o fechamento do pronto-socorro irá prejudicar milhares de pessoas.

*O Saúde Business Web tentou entrar em contato com a Santa Casa de São Paulo, mas até o momento não obteve retorno

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta