HIS17 É hora de mudar a saúde! Faça como seus colegas, participe do HIS. Quero participar da mudança

Samsung alerta sobre prevenção às principais doenças que atingem população feminina

Publicidade

É consenso no meio clínico que a prevenção é uma das melhores maneiras para controlar determinadas doenças e possibilitar os tratamentos adequados, na velocidade correta. Seguindo esse protocolo, já é possível verificar que muitos tipos de câncer, por exemplo, quando verificados em estágio inicial não só são tratáveis como também resultam na cura dos pacientes. Por isso, a Samsung, referência global no desenvolvimento de tecnologias, chama a atenção para a necessidade de antecipar diagnósticos por meio de exames acessíveis e simples, que contam com tecnologia de ponta e que podem ajudar a mapear as principais causas de morte no gênero feminino.

O uso da ultrassonografia, por exemplo, é um adicional de triagem nos casos de doenças em mulheres e uma opção de diagnóstico antecipado que, além de prevenir a detecção de falsos-positivos em casos de câncer, pode indicar os próximos passos, seja para o tratamento ou para uma análise mais aprofundada. Com o Ultrassom WS80A Elite da Samsung é possível detectar alterações iniciais no organismo das pacientes e utilizar os softwares exclusivos para ter uma melhor visualização de possíveis nódulos ou tumores. O WS80A Elite possui três tecnologias avançadas que permitem precisão no exame clínico:

E-Breast – utiliza a tecnologia da Elastografia para calcular a taxa de rigidez de uma lesão na mama, que oferece alta sensibilidade e eficiência no check-up e rastreamento.

E-Thyroid – fornece uma análise mais objetiva, utilizando um índice de Elastografia para determinar a rigidez dos nódulos. As imagens ElastoScan são adquiridas usando a pulsação da artéria carótida. Este rastreamento permite melhorar a qualidade das punções.

S-Detect – estudo e classificação dos nódulos mamários através dos parâmetros de classificação Bi-Rads. A tecnologia resulta em um diagnóstico mais eficaz, reduzindo biópsias desnecessárias e poupando tempo ao utilizar um procedimento mais simples e menos invasivo.

Conheça mais sobre as principais doenças que atingem as mulheres e como se prevenir:

Câncer de Mama

De acordo com dados da Agência Internacional para a Pesquisa do Câncer, o câncer de mama é o mais comum e o que mais mata mulheres em todo o mundo. Somente no Brasil foram estimados quase 58 mil casos em 2016, segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca). Trata-se do segundo tipo de tumor maligno mais incidente entre as brasileiras e a doença não apresenta sintomas em sua fase inicial, por isso é alguns especialistas consideram difícil obter um diagnóstico precoce.

Além do exame de toque, é essencial manter a rotina de exames ginecológicos, que podem determinar com mais agilidade possíveis alterações na região dos seios. Com o exame de ultrassonografia é possível visualizar toda a área e verificar se há necessidade de outros tipos de análises clínicas.

Câncer de Ovário

De acordo com especialistas, o câncer de ovário é o tumor ginecológico mais difícil de ser detectado e o que oferece menor chance de cura. Por isso a importância da prevenção, que pode ser realizada via exames periódicos e com auxílio de um aparelho de ultrassom.

Cerca de ¾ dos cânceres desse órgão são diagnosticados em estágio avançado, de acordo com o Inca. Somente em 2016 foram 6,150 novos casos no Brasil. Por isso, o diagnóstico precoce é importante para que os números da doença diminuam e as chances de cura sejam potencializadas. Vale alertar para que as mulheres fiquem atentas aos sinais como nódulos, febre contínua, feridas que não cicatrizam, indigestão constante e rouquidão crônica. Esses são alguns sintomas que podem indicar a necessidade de exames mais profundos.

Câncer de Colo de Útero
O câncer do colo do útero, também chamado de cervical, pode ser causado por infecções causadas pelo HPV. É o terceiro tumor mais frequente na população feminina, atrás apenas do câncer de mama e do colorretal, e a quarta causa de morte de mulheres por câncer no Brasil, de acordo com dados do Inca. Nas últimas décadas, a evolução no diagnóstico precoce tem se tornado responsável por reverter os 70% de casos invasivos da década de 1990 em um número próximo a 44% das lesões in situ – cancerígenas. No Brasil, foram constatados mais de 16 mil casos de câncer de colo de útero.
Graças aos avanços tecnológicos dos exames preventivos, é possível tratar e alcançar a cura deste tipo de câncer. Por isso, é importante buscar o auxilio médico para se vacinar contra HPV, manter relações sexuais seguras – com uso de preservativos, realizar Papanicolau e os exames de rotina.
Nódulos na Tireoide

Os nódulos da tireóide são uma condição clínica comum em todo o globo e são detectáveis por ultrassonografia (19% a 35% dos casos, segundo o Inca). Apesar de grande parte das lesões da tireoide serem benignas, há um aumento na incidência de câncer nessa glândula. Com o apoio dos exames de ultrassom já é possível detectar precocemente as alterações e providenciar o tratamento adequado. Outras maneiras de reconhecer possíveis irregularidades na tireoide são apalpação e posteriormente biópsia, quando necessário. A maioria dos nódulos na tireoide não provocam sintomas, por isso, vale procurar um médico em caso de dúvida ou percepção de nódulos grandes ou sensação de caroços no pescoço.

 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta