Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Samaritano inicia projeto de reciclagem de lixo

Publicidade

O Hospital Samaritano, em São Paulo, está implantando um projeto de reciclagem de lixo. O objetivo da iniciativa, coordenada pelo Serviço de Higiene e Hotelaria do hospital, é a redução do volume de resíduo comum gerado, por meio da separação dos materiais recicláveis em lixeiras apropriadas. ?Além disso, traremos benefícios ao meio ambiente?, destaca a chefe do Serviço de Higiene e Hotelaria do Hospital Samaritano, Eleuza Rotter Montibeller. Além do lixo hospitalar ? seringas, agulhas, luvas, sondas etc ?, o Samaritano produz vários materiais recicláveis, como papel, plásticos, copos descartáveis, latas e garrafas, entre outros, principalmente nas áreas administrativas. O lixo hospitalar é encaminhado para receber tratamento adequado, e não faz parte do projeto. Apenas o que não oferece risco de contaminação é destinado à coleta seletiva.
Para orientar sobre a importância da coleta seletiva de lixo e sobre como fazer a segregação, o Serviço de Higiene e Hotelaria do Hospital Samaritano, em parceria com o Desenvolvimento Organizacional, promoveu em junho e julho um treinamento voltado aos colaboradores. Todos os setores da instituição receberão lixeiras ou caixas de acordo com o tipo de material gerado.
A coleta seletiva permite que os materiais saiam já separados e relativamente limpos do próprio local em que são descartados, para poderem ser melhor aproveitados na reciclagem.
A iniciativa contribui para a redução do volume de resíduos destinados aos aterros sanitários, da poluição, do desmatamento e da extração de minérios do solo, além da economia de energia, água e dinheiro. Com a reciclagem de 1 tonelada de papel, deixam-se de cortar 20 árvores. Além disso, trata-se de uma ação de cidadania, que contribui para a conscientização das pessoas.
O projeto de reciclagem de lixo é mais uma ação de responsabilidade social realizada pelo Hospital Samaritano.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta