Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Rogério Patrus (CEO GE Healthcare) – Por quê a inovação é a porta de acesso à saúde ?

Publicidade

Inovação é a porta de acesso à saúde

Empresas globais têm papel fundamental no incentivo à inovação em países que ainda enfrentam condições precárias de saúde

Estamos convencidos que as empresas globais têm um papel fundamental no incentivo à inovação como elemento essencial ao desenvolvimento dos países cujas populações ainda enfrentam condições precárias de saúde, educação e trabalho. Do primeiro equipamento de Raio X, criado há 115 anos por Elihu Thomson aos mais modernos tomógrafos, essas tecnologias que hoje permitem salvar milhares de vidas surgiram em centros de desenvolvimento do chamado “primeiro mundo”.

Este modelo centralizado de desenvolvimento de produto foi bem-sucedido por um longo tempo. Mas o fato é que grande parte das tecnologias para a saúde foi criada para atender às necessidades dos países que possuem sistemas bem estruturados de atendimento à população. Para países com populações menos favorecidas, esses produtos são, muitas vezes, pouco acessíveis, não apenas do ponto de vista de custo. Passou a ser necessário, por exemplo, criar equipamentos menores, que pudessem ir até o paciente, que fossem mais resistentes às oscilações de energia e que também pudessem se adaptar com facilidade a ambientes menos sofisticados.

Em resposta a esta nova tendência, decidimos mudar a nossa abordagem para o desenvolvimento de produtos e investir em pesquisas que pudessem também permitir a fabricação de equipamentos de diagnóstico por imagem capazes de salvar vidas não apenas nos grandes centros médicos. Queremos que nossos equipamentos possam, por exemplo, chegar de canoa a uma tribo indígena amazônica para ajudar uma mulher a dar à luz ou para salvar um idoso com problemas cardíacos.

O resultado dessa nova abordagem já começa a se concretizar. Um bom exemplo foi a criação do Vscan™, um equipamento de ultrassom do tamanho de um smartphone que pode ser utilizado em diversas aplicações de saúde.

A nova abordagem de produto trouxe necessariamente uma nova lógica para os negócios da GE, traduzida pelo conceito de Healthymagination. Queremos cada vez mais estar em lugares que provoquem a inovação, o que significou descentralizar parte de nossa estrutura de fábricas, capacitar fornecedores locais, transferir tecnologia e construir parcerias de conhecimento. Recentemente inauguramos nossa primeira fábrica de equipamentos de diagnóstico da América do Sul, que já opera em Contagem, Minas Gerais, e começa a entregar os primeiros equipamentos nacionais.

Para concretizar acesso à saúde, enxergamos também como essencial a abertura dos governos locais. As Parcerias Público Privadas são, sem dúvida alguma, motivadoras da inovação nos países emergentes.
Acreditamos fortemente que o Brasil, como maior economia da América Latina, ajudará a impulsionar outras economias locais nos próximos anos. Desenvolver tecnologia de acesso aqui e agora significa um salto qualitativo importante também para os outros países da região.

Mas, mais importante do que qualquer tecnologia é ter pessoas talentosas e com capacidade de inovação que merecem nossa confiança e que compreendem a nova lógica dos negócios. Não queremos ser vendedores. Queremos ser parceiros. Não queremos apenas entregar equipamentos médicos de última geração. Queremos ser prestadores de serviços em saúde que efetivamente ajudem a salvar vidas. E a melhor forma de fazer isso é voltar nossos olhos e nossa imaginação para as necessidades específicas dos povos que vivem aqui.

Saiba mais sobre o Projeto HealthImagination:

– http://bit.ly/myuYRY

Confiram excelente comercial GE HealthCare China:

Atenciosamente,

Equipe EmpreenderSaúde

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta