Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Rock Health ajuda 11 iniciantes em apps de Saúde

Publicidade

A Rock Health foi escolhida para dar o pontapé inicial em 11 companhias iniciantes com aplicativos (apps) de saúde móveis.
Durante o programa de inauguração de cinco meses da Rock Health, cada empresa iniciante receberá US$ 20.000, mais um escritório e treinamento de profissionais de negócios e saúde da indústria.
Segundo Halle Tecco, fundadora e gerente-diretora da empresa, as 11 iniciantes foram escolhidas pela Rock Health e seus parceiros entre mais de 350 inscrições. A empresa lançou o programa no começa deste ano em São Francisco com a intenção de ?semear? novas promessas de desenvolvedores de apps em cuidado na saúde móvel e com base na rede.
O programa irá ajudar essas empresas ? cuja maioria tem apenas dois funcionários, incluindo o desenvolvedor de software ? a se conectarem com as percepções de usuários potenciais dos novos aplicativos, incluindo profissionais da saúde, afirmou Tecco.
Segundo Tecco, ?Há empresários que querem impactar na saúde, mas precisam de recursos, incluindo financiamento e conexões com o sistema de saúde?.
As iniciantes que foram escolhidas para o programa terão acesso a especialistas na área médica, que vão avaliar seus aplicativos, para irem de encontro às áreas médicas específicas que são alvo desses apps. Tecco tem em seu histórico com saúde e tecnologia, incluindo um stint (usado em cirurgias cardíacas) na Intel e o lançamento da organização bem-estar YogaBear, que fornece aulas de yoga para pacientes com câncer.
As empresas selecionada pela Rock Health incluem:
– BrainBot: que está trabalhando na tecnologia para melhoria do desempenho mental e gerenciamento de estresse.
– CellScope: trabalha em apps que permitem que as câmeras dos smartphones seja usadas em casa para diagnóstico de doenças, como a otite.
– Genomera: trabalha em uma plataforma pessoal de colaboração de saúde.
– Health In Reach: está criando um marketplace online para procedimentos médicos.
– Omada Health: está desenvolvendo uma rede social para tratamento clínico.
– Pipette: trabalhando em monitoramento e educação de pacientes por meio de smartphones e tablets.
– Skimble: que está desenvolvendo apps móveis interativos de fitness.
– WeSprout: que trabalha em ferramentas para conectar dados de saúde e a comunidade.
Além dessas, a empresa escolheu três outras empresas cujos nomes não foram revelados que estão no ?modo de discrição?.
Muitas das empresas começarão a trabalhar no projeto piloto em 20 de junho com alguns dos provedores de saúde, parceiros da Rock Health ? incluindo o Harvard Medical School, Mayo Clinic, Cincinnati Children´s Hospital e quatro outras instituição de São Francisco que logo serão reveladas, afirmou Tecco.
Os investidores da Rock Health incluem Aberdare Ventures, Accel Partners, a California HealthCare Foundation, Microsoft’s BizSpark and Health Solutions Group, Mohr Davidow Ventures, NEA, Nike, e Qualcomm.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta