Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Roche cria fundação para pesquisa da anemia

Publicidade

Com objetivo de estimular pesquisas inovadoras capazes de abrir novas rotas para a exploração no campo da anemia, a Roche Mundial acaba de anunciar a criação da Fundação Roche para a Pesquisa da Anemia (RoFAR). Nos primeiros quatro anos, a entidade receberá do laboratório quase R$ 40 milhões para investir em bolsas de estudos sobre a doença. Para o presidente do Conselho dos Administradores da fundação diretor da área médica e de pesquisas do Renal Research Institute, em Nova York, Dr. Nathan Levin, a RoFAR estimulará novas pesquisas em relação à anemia, doença que pode se tornar uma complicação séria para muitos pacientes com câncer e doenças renais. Por isso, segundo Levin, é importante que os médicos e pesquisadores em todo o mundo aproveitem essa oportunidade para se envolverem em pesquisas que ajudarão a melhorar a compreensão a respeito desse assunto.
Os membros das comunidades acadêmicas das universidades, centros de diálise e institutos de pesquisas de todo mundo podem se candidatar a bolsas do RoFAR. Serão consideradas novas pesquisas em áreas relacionadas ao estudo da anemia associada ao câncer e às doenças renais, anemia em doenças crônicas, anemia relacionada à insuficiência cardíaca congestiva e ao derrame e os efeitos das drogas eritropoiéticas sobre o endotélio e cérebro. A primeira rodada de premiações será anunciada no Encontro da Sociedade Americana de Hematologia, entre 3 e 7 de dezembro, em San Diego, Estados Unidos.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta