Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

RN: proposta prevê construção de hospital em Natal

Publicidade

Os principais concorrentes ao governo do Rio Grande do Norte, segundo pesquisa local, são Carlos Eduardo Alves (PDT), Rosalba Ciarlini (DEM) e Iberê Ferreira (PSB). Conheça as propostas de cada um para o setor de saúde:

Carlos Eduardo Alves:
O candidato pelo PDT pretende criar Centros de Diagnóstico de média e alta complexidade nas regionais de Saúde, além de ?nCentros de Atendimento Especializado vinculados aos de diagnóstico.
Proposta também inclui a implantação de serviços ambulatoriais de pequenas cirurgias distribuídos por macrorregiões, com a montagem de equipes volantes de cirurgiões capazes de realizar procedimentos de baixa complexidade atendendo em diversas regiões do Estado.
A implantação de serviço hospitalar especializado em transtornos decorrentes do uso de álcool e drogas, com a criação de serviço especializado capaz de atender as necessidades de pacientes dependentes químicos, visando recuperá-los e atender suas intercorrências clínicas também está entre as prioridades de Alves; assim como a qualificação e otimização dos recursos de saúde disponíveis, com a criação de centrais de regulação de leitos e de exames no RN (Complexo Regulador Estadual) e o fortalecimento de auditorias hospitalares e dos serviços de saúde.
O candidato reforça ainda que vai reestruturar a parte física de unidades de saúde; o fortalecimento da rede de laboratórios em saúde pública: Lacen, laboratórios conveniados e laboratórios de análise de água (vigilância ambiental em saúde); ampliação dos serviços de saúde estaduais, através do apoio aos municípios estratégicos no sentido de garantir médicos 24h, bem como da reestruturação de hospitais estratégicos; ampliação das ofertas de serviços das Unidades Hospitalares, com a construção de um novo hospital terciário capaz de realizar cirurgias de alta complexidade (cirurgias cardíacas, ortopédicas, vasculares, neurológicas, dentre outras), incorporando-o a um complexo hospitalar com centro de imagens.
A implementação de centros de reabilitação definidos por macrorregiões do estado, do número de leitos de terapia intensiva nos hospitais estaduais e do plano estadual de atenção à saúde da criança, com o desenvolvimento de ações prioritárias de redução da mortalidade infantil e a criação do programa estadual de saúde ocular também serão trabalhadas no eventual governo de Alves.
As demais ações são:
– Implantação de um plano de atenção da saúde penitenciária, com a reestruturação do
Hospital de Custódia e o reforço das ações de prevenção na população prisional;
– ?nImplementação do plano estadual de saúde bucal (fluoretação da água);
– Inclusão, no conteúdo das escolas estaduais, de temas transversais que abordem os assuntos doação de sangue e de órgãos visando à conscientização dos estudantes;
– Implantação da política de saúde da pessoa idosa, com a criação da rede de atenção ao idoso e de uma unidade hospitalar especializada na atenção ao paciente idoso;
– Implantação da política de atenção à saúde do homem, com a estruturação das ações de prevenção do câncer de próstata;
– Implementação da política nacional e estadual de atenção Integral da saúde da mulher, com a garantia da redução da taxa de mortalidade materna e a priorização de ações de prevenção ao câncer ginecológico e de mama;
– Implementação da política de saúde mental, fortalecendo as residências terapêuticas no âmbito estadual e a implantação dos leitos psiquiátricos em hospitais gerais;
– Implantação do plano estadual de destinação adequada dos resíduos de serviços de saúde, com o desenvolvimento de sistemas de tratamento dos efluentes hospitalares;
– Implementação do plano estadual de atenção à saúde do trabalhador e fortalecimento da Rede Nacional de Atenção à Saúde do Trabalhador;
– Implementação do plano estadual de atenção ao diabético e hipertenso, criando, em parceria com os municípios, as centrais de atendimento especializado;
– Implementação do plano estadual de atenção à saúde do adolescente, com atenção especial às ações de combate ao uso do tabaco, álcool e à drogadição e o desenvolvimento de ações voltadas à prevenção da gravidez, AIDS e DSTs na adolescência e;
– Implementação do Comitê Estadual de Urgência e Emergência e reestruturação do
Fórum estadual de discussão sobre a Política Estadual de Atenção às Urgências
Rosalba Ciarlini
Na saúde, a candidata ao governo do Rio Grande do Norte afirmou que vai colocar para funcionar os hospitais regionais, promover mutirões de saúde em todo estado e criar o programa Cidade Saudável, onde vai colocar metas para serem atingidas em todos os municípios. Em Natal, Rosalba promete construir um novo hospital para suprir a demanda.
A candidata vai eventualmente dissecar as suas propostas, apontando o que fez em Mossoró como prefeita e no Senado Federal.
Iberê Ferreira
O candidato Iberê Ferreira de Souza (PSB) pretende mostrar o que conseguiu fazer nos seus poucos meses de governo. Sem especificar as propostas de saúde, Souza afirma que vai apresentar, dentre outras coisas, os resultados da segurança pública.
O candidato do PSB ao Governo do Estado pretende fazer um paralelo da sua vida pública com o seu governo com a intenção de mostrar que tem experiência para ocupar o cargo por mais quatro anos e que tem proposta para fazer o melhor pelo RN.
 Você tem Twitter? Então, siga https://twitter.com/ e fique por dentro das principais notícias do setor.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta