Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Resumo do Relatório do Global Entrepreneur Indicator

Publicidade

Tradução livre do Global Entrepreneur Indicator da Entrepreneurs´ Organization de Outubro-Novembro 2010

 
 

Resumo dos achados da pesquisa

 
70% dos Empreendedores predizem aumento do número de funcionários e do faturamento nos próximos 12 meses. Nos últimos 12 meses, 52% dos entrevistados aumentaram seus quadros de colaboradores full-time.  59% teve um aumento dos lucros no último trimestre, comparado a 37% da pesquisa anterior em maio de 2010. 68% diminuiram seus débitos de longo prazo, em contraste a 19% na última pesquisa. Uma das hipóteses da pesquisa que será explorada em sua próxima edição é que os empreendedores estariam utilizando os maiores lucros para contratar novos funcionários e pagar as contas de longo prazo.
A maioria dos entrevistados acredita que o preço do ouro irá subir, mas preços de imóveis residenciais e comerciais não subirá significativamente. Os empreendedores acreditam que energias verdes (70%) e serviços de saúde (70%) são as industrias de maior crescimento no futuro. Apesar disso, apenas 1 em cada 10 está investindo em energias renováveis atualmente ou planeja investir nos próximos 12 meses. Em maio, os empreendedores disseram que biotecnologia seria a melhor indústria.
Atualmente, empreendedores ao redor do mundo investem alternativamente em: mercado imobiliário residencial (63%), mercado imobiliário comercial (36%), fundos de private equity (14%), arte (12%) e metais preciosos (11%). Para os próximos 12 meses, estão procurando investir em: mercado imobiliário residencial (29%), mercado imobiliário comercial (27%), private equity (11%), metais preciosos (10%) e tecnologias de energia limpa/renovável (10%).
Apenas um quarto dos empreendedores acredita que sua moeda irá se enfraquecer nos próximos 12 meses. Metade dos empreendedores acredita que as taxas de juros irão cair nos próximos 12 meses, ao mesmo tempo em que metade (não necessariamente os mesmos) acreditam que o acesso ao crédito irá ser mais difícil nos próximos 12 meses.
Apesar da pequena queda da taxa de empreendedorismo recentemente, os empreendedores estão otimistas de maneira geral. 52% acreditam que sua economias vão melhorar no próximo trimestre (eram 34% em maio).
Mais da metade do entrevistados acredita que os atuais programas de governo, regulação e política fiscal não estimulam o empreendedorismo efetivamente. Disseram que os fatores que mais os estimularam foram conselhos de outros empreendedores e a situação econômica do país.
Em relação aos indicadores de maio, mais empreendedores (49%) acreditam que educação e treinamento em empreendedorismo em seus países é efetiva. Atualmente 44% diz que os investimento nacionais em pesquisa e desenvolvimento são efetivas em estimular o empreendedorismo em seus países (eram 21% em maio).
Menos empreendedores abririam negócios em seus próprios países (68%, comparado ao último indicador de 86%). 62% acredita que tem acesso a uma boa infra-estrutura para empreender.

Sobre o estudo: Esse report é o segundo de uma pesquisa trimestral com duração de 5 anos da Entrepreneurs´ Organization, que entrevistou “empreendedores de sucesso”, definidos como de negócios crescendo mais de 1 milhão no faturamento anualmente. A média do faturamento dos empreendedores da base de dados é 18.4 milhões anuais. No total, esse empreendedores empregam mais de 1,3 milhões de trabalhadores, com uma média de 191 colaboradores por empreendedor. A idade média dos empreendedores é 40 anos. Foram enviados questionários para 7,300 empreendedores em 42 países, obtendo resposta de 1207 (16,5% – Ásia/Pacífico: 237; Canada: 118; Europa/África/Oriente Médio: 85; América Latina/Caribe: 55; EUA: 712). Para mais informações sobre a metodologia: http://www.entrepreneurindicator.com/

Logo colocarei aqui os resultados para a América Latina.

Vitor Asseituno Morais

Equipe EmpreenderSaúde

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta