5º CONAHP debaterá “O Hospital do Futuro: O Futuro dos Hospitais”. Faça já sua inscrição → Clique aqui

Remuneração Variável

Publicidade

“Com o projeto, nossos cooperados conhecem mais a situação da instituição, seus desafios e são incentivados a contribuir para o todo.” – Diretor Presidente da Unimed-BH, Samuel Flam

Perto de completar 45 anos de história, a Diretoria da Unimed-BH usou da necessidade de cooperação e transparência para propor diversas estratégias em 2014, com o objetivo de promover uma maior participação e o envolvimento dos cooperados.

Uma delas era viabilizar o acesso deles aos resultados de forma mais rotineira, visto que, antes, eles conheciam os indicadores Econômico-Financeiros e de Atenção à Saúde apenas no Relatório de Gestão, uma publicação anual. “A expectativa era de permitir aos cooperados um posicionamento quanto aos seus indicadores assistenciais e de produção. É estimulada, assim, a cultura do dono, com o cooperado sendo agente da melhoria da gestão da qualidade da cooperativa.  Por isso a criação do GUIA, que tem sido considerado um projeto inovador na saúde suplementar”, explica o Diretor Presidente da instituição, Samuel Flam.

Com o GUIA, os cooperados passaram a ter acesso, mensalmente, a um painel de indicadores de resultado da cooperativa e indicadores de eficiência técnica, disponível no portal Unimed-BH. Desde janeiro de 2016, os médicos cooperados passaram a acessá-lo também por meio de um aplicativo para dispositivos móveis.

Um segundo componente do programa foi a implantação da remuneração a partir dos resultados coletivos e individuais mensurados pelo GUIA. Desde maio de 2016, a empresa paga uma fração do honorário médico de forma variável, vinculada ao resultado  e à contribuição individual de cada médico.

Como resultado, mais de 3 mil cooperados já acessaram pelo menos uma vez o GUIA. Em maio de 2016 foi lançado um novo modelo de remuneração variável para os cooperados, baseado no Índice de Utilização. Em outubro, foi incorporado o segundo componente de remuneração variável, por meio de um Índice de Qualidade Assistencial, que é calculado individualmente para cada cooperado e pode adicionar até 2,33% no valor dos honorários.

Segundo o Diretor Presidente, o GUIA está em constante evolução. “A cesta de indicadores disponibilizada atualmente tende a crescer e amadurecer, atendendo às necessidades e expectativas dos cooperados e da gestão. Por sua vez, a remuneração variável baseada em qualidade é um dos principais avanços proporcionados pelo GUIA e também possui evoluções planejadas”, conclui.

       
Publicidade

Deixe uma resposta