Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Remédios perdem patente e devem mover R$ 800 mi na área de genéricos

Publicidade


Grandes marcas perderão suas patentes entre 2010 e 2011, o que movimentará consideravelmente o mercado de genéricos. Neste período, o Brasil poderá receber um incremento de cerca R$ 800 milhões.
Neste ano, campeões de vendas como o Liptor, usado para tratamento de colesterol fabricado pela americana Pfizer – o remédio mais vendido do mundo, movimentando US$ 13 bilhões por ano – e o Diovan, medicação que combate hipertensão desenvolvida pela marca Suiça Novartis, perderão patente em junho e dezembro, respectivamente. Em 2011, outra medicação aguardada pelo mercado de genéricos é o Viagra, medicamento indicado para impotência sexual também desenvolvido pela Pfizer.
Os remédios genéricos foram lançados no Brasil em 2000. A lei de Patentes no Brasil protegem os produtos em um prazo pré-determinado de 20 anos.
Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/SB_Web e fique por dentro das principais notícias do setor.
 
    

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta