Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Relthy aumenta capacidade e mira em crescimento de 40%

Publicidade

A Relthy, empresa que atua na indústria farmacêutica nacional com sede e unidade fabril na cidade de Indaiatuba, no interior de São Paulo, projeta crescimento de 40% de seu faturamento neste ano. Esta expectativa está baseada na previsão de alta de seu volume de negócios, que deverá apresentar o mesmo índice de expansão. Se essas previsões se confirmarem a companhia, especializada na fabricação de cápsulas gelatinosas moles, destinadas para o segmento farmacêutico, deverá fechar o ano com uma receita de cerca de R$ 30 milhões. As informações são do jornal DCI
Esse crescimento projetado deverá ser conquistado com a elevação da capacidade de produção da empresa por meio de investimentos que somam cerca de R$ 4 milhões, em nova área de produção e maquinário.
Nos últimos 10 anos a empresa investiu R$ 30 milhões para expansão e modernização de sua unidade fabril. Em 2006 um financiamento direto do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento da Cadeia Produtiva Farmacêutica (Profarma) permitiu significativo aumento de sua capacidade produtiva e com ela novos clientes.
Este ano, além do investimento feito na nova máquina de secagem in line, a Relthy vai investir mais R$ 1,8 milhão na ampliação de sua planta industrial para que em um ano tenha uma planta ‘nutracêutica’ dedicada. Na unidade atual serão produzidos medicamentos e na unidade ampliada a produção desses produtos ‘nutracêuticos’.
O laboratório atua na linha de produtos nutricionais como suplementos vitamínicos, antioxidantes e suplementos alimentares, entre outros, e na linha de medicamentos terceirizados, uma tendência mundial do setor farmacêutico no mercado brasileiro para outros laboratórios. Com produção mensal de 60 milhões de cápsulas, a empresa tem 65 clientes e fechou 2010 com um faturamento de R$ 21 milhões, um crescimento de 50% em relação ao ano de 2009.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta