Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

“Relação União, estados e municípios precisa aumentar”

Publicidade

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, afirmou nesta última quarta-feira (04) ter “plena consciência” da preocupação da sociedade brasileira em relação à saúde pública e que é preciso dar “um novo salto” nas relações entre União, estados e municípios.
 

e receba os destaques em sua caixa de e-mail. 
  
Ao participar de audiência pública na Comissão de Assuntos Sociais do Senado, ele destacou alguns objetivos considerados estratégicos pela pasta durante o governo Dilma Rousseff – entre eles, a redução da mortalidade materna por meio do programa Rede Cegonha e o enfrentamento de problemas como o alcoolismo, a obesidade e o consumo de drogas.
“Além dos problemas tradicionais, temos novos problemas”, explicou. Segundo Padilha, o ministério pretende também elaborar um plano nacional para a redução de acidentes de trânsito, com ações que reforcem a chamada Lei Seca e que ofereçam estímulos financeiros a estados e municípios.
Outras estratégias, de acordo com o ministro, preveem o aprimoramento de mecanismos de execução direta, de controle de gastos e de combate aos desvios de recursos. “Não podemos dourar a pílula. Fiz questão de mostrar que 41% da população consideram a saúde brasileira como principal problema do país”, disse, durante o debate no Congresso Nacional.
 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta