Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Região Metropolitana de Campinas gastará mais 25% com Saúde em 2007

Publicidade

As cidades da Região Metropolitana de Campinas (RMC) irão gastar 25% a mais com Saúde em relação a 2006. Serão destinados ainda R$ 379,97 por habitante, valor maior que o Orçamento federal vai reservar à área (R$ 262,35 por habitante) ou que o Estado pretende aplicar no setor (R$ 207,00 por pessoa). Fazendo uma análise por cidade, Paulínia será a que mais vai gastar com saúde, o equivalente a R$ 1.996,48 por habitante, o que representa um crescimento de 12,2% em relação à previsão inicial de gastos de 2006.
Porém, Campinas atingirá um aumento de 40,96% neste ano, garantindo um gasto per capita de R$ 442,49. Jaguariúna terá o segundo maior gasto per capita, de R$ 776,33, seguida de Holambra, que vai investir R$ 537,56 por habitante e Cosmópolis, com R$ 442,49 por habitante.
Sumaré, com R$ 168,13 per capita, gastará menos. Mesmo assim, estão previstas obras importantes na cidade para melhorar o atendimento, como a inauguração do Centro Integrado de Saúde de Nova Veneza e a construção do novo Pronto-Socorro Municipal, no Jardim Macarenko (Centro), além da ampliação do Programa de Saúde da Família de 12 para 20 equipes.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta