Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Receita da Amilpar cresce, mas lucro cai 27%

Publicidade

A receita operacional da Amilpar totalizou R$ 1.989,2 milhões no terceiro trimestre de 2010, ficando 60,8% superior em relação ao mesmo período do ano passado e 3,8% maior em relação ao segundo trimestre de 2010. No entanto, o lucro líquido da operadora recuou 27,7%, na comparação com o mesmo período do ano passado. Segundo informou a empresa, a queda refletiu os custos da conclusão do processo de aquisição da Medial.

Nos três meses até setembro, o lucro líquido ajustado pelos itens não recorrentes e pela variação das provisões técnicas líquidas de impostos da companhia somou R$ 39,6 milhões, sendo que no mesmo período do ano passado, a empresa tinha registrado lucro de R$ 54,8 milhões.
“Esta variação se deveu principalmente ao aumento da despesa financeira relacionada à emissão de dívida para a aquisição da Medial concluída em 2010”, afirmou a AmilPar, em comunicado.
A Amilpar registrou, em setembro de 2010, o número total 5.167,7 milhões de beneficiários, superior 60,7% em relação ao terceiro trimestre de 2009 e cerca de 1,7% maior se comparado ao segundo trimestre de 2010.
Nos nove primeiros meses dete ano, a receita acumulou R$ 5.763,3 milhões, um crescimento de 62% comparado com o mesmo período do ano anterior. Já o Ebtida (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado registrou R$ 122,9 milhões, equivalente a 6,2% de margem no terceito trimestre , 45% acima do valor registrado no período anterior e acumulou R$ 434,7 milhões (7,5% de margem) ao longo dos nove meses, ficando 58% maior que nos primeiros nove de 2009.
Amil x Medial
A companhia informou ainda que está tentando diminuir o nível de sinistralidade da Medial. “À medida que o processo de renegociação de contratos de clientes corporativos com margens defasadas e a otimização na ocupação da rede própria continuem avançando, o nível de sinistralidade deverá apresentar uma tendência positiva e mais em linha com os níveis da Amil”, disse.
No terceiro trimestre, a sinistralidade da Medial apresentou redução de 2 pontos percentuais, na comparação anual. Deste modo, a sinistralidade ajustada da AmilPar ficou em 72,9%, 1,4 ponto percentual superior à verificada no mesmo trimestre do ano passado, mas 1,4 ponto percentual abaixo do segundo trimestre.
A aquisição da Medial pela AmilPar foi divulgada em novembro do ano passado, em uma operação que totalizou R$ 612 milhões. Em julho deste ano, a Amil fechou o capital da Medial e se tornou a única operadora de planos de saúde no Brasil com papéis negociados na bolsa.
*Informações atualizadas às 14h28
Leia mais:
Receita da Amilpar cresce 61% no segundo trimestre
Você tem Twitter? Então, siga  http://twitter.com/ e fique por dentro das principais notícias do setor.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta