Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Quebra de patente é mais que uma ameaça, garante Saraiva Felipe

Publicidade

O ministro da Saúde, Saraiva Felipe, afirmou ontem (11/10) que a ameaça de quebrar a patente do medicamento anti-retroviral Kaletra não era uma “tática vazia de palavras toscas” para tentar reduzir os preços do medicamento. De acordo com ele, essa é uma “possibilidade objetiva do governo”. Segundo informa a Agência Brasil, Felipe ressaltou que “todas as vezes que o laboratório internacional tentar impor suas condições sem levar em conta os interesses nacionais, a quebra de patente é mais que uma ameaça. É uma possibilidade objetiva”.
O laboratório Abott, responsável pela produção do Kaletra, concordou em reduzir o preço da cápsula do remédio de US$1,17 para US$ 0,63. O acordo para diminuição dos custos saiu após três meses de negociação entre o ministério e o laboratório.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta