Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Qualidade no atendimento ao cliente em saúde

Publicidade

Curso para recepcionista e atendentes de Call Center

A qualidade do atendimento ao cliente e a satisfação pelo serviço prestado deve ser a filosofia de empresas que se baseiam em parcerias. É importante compreender que um atendimento de qualidade não se restringe apenas a atender o cliente com cortesia e boas maneiras. Atualmente, acrescentar benefícios a produtos e serviços com o objetivo de superar as expectativas dele é fundamental. Mais do que isso, estabelecer um canal de comunicação direto entre a empresa e o cliente, através do qual ele possa expressar suas críticas e sugestões com regularidade e, atentamente, utilizá-las para a melhoria dos produtos e serviços é tarefa primordial. Priorizar as necessidades e interesses dos clientes, não os da própria empresa, leva surpreendentemente a um aumento do volume de negócios em função do clima de fidelização que se estabelece. Além disso, estudos demonstram que a qualidade do serviço é mais importante do que seu preço, para a maioria das pessoas, o que leva a concluir que os consumidores estão dispostos a pagar mais por serviços de qualidade, além de projetar no mercado uma imagem positiva da empresa.

Na área da saúde tratamos de um negócio que mexe com a vida, a manutenção da vida, a melhoria da vida, mas trata também da morte.

Qualquer que seja o local onde o usuário/cliente/paciente procure assistência à saúde são as equipes administrativas com seus profissionais que vão realizar o primeiro atendimento. Isso acontece nos consultórios próprios ou não, em hospitais ou em clínicas e operadoras de planos de saúde, local que o usuário acessa diretamente ou através do contato telefônico.

Nos treinamentos realizados nas operadoras e serviços de saúde para a equipe de recepção, Call Center são repassadas várias informações relativas aos processos operacionais do atendimento. Esse processo envolve desde o preenchimento de guias tanto do SUS quanto de convênios (Guias TISS) até o atendimento dos profissionais de saúde (médicos, exames, procedimentos e internações). Será que esse profissional está preparado para atender as várias demandas desse cliente?

Qual o tempo de permanência de sua equipe de recepção e Call Center em sua empresa? Os profissionais de saúde que atuam em suas empresa estão preparados para entender o comportamento dos usuários/clientes no momento do atendimento?

Sabe-se, ainda, que a rotatividade na área da saúde é muito grande em função das intensas demandas que se originam dessas relações. Além disso, um dos indicadores de qualidade tanto de operadoras, quanto de prestadores de serviços de saúde é a “satisfação do usuário”.

Estes e outros temas serão abordados no curso “QUALIDADE NO ATENDIMENTO AO CLIENTE EM SAÚDE” a ser realizado no dia 20/03 às 8:30 por Luiz Cláudio S. Mendes. Mais informações acesse o link

http://www.saudeveritas.com.br/index.php/sobre-o-curso-agendado/11

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta