5º CONAHP debaterá “O Hospital do Futuro: O Futuro dos Hospitais”. Faça já sua inscrição → Clique aqui

Qual o cenário da quebra de dados na Saúde? [Infográfico]

Publicidade

Com a digitalização das informações dos pacientes e seus prontuários, a preocupação com ataques à rede e posteriores vazamentos de dados é cada vez mais frequente no setor de saúde.

Apenas em 2015, houveram 55 ataques relatados em redes de empresas de saúde, resultando em quebra de dados e o comprometimento de prontuários de aproximadamente 112 milhões de pacientes, o que equivale à 35% da população dos EUA.

Leia Mais: Quanto vale a nossa privacidade digital?
55% não confiam na segurança de apps de saúde

Um dado intimidador é que no mínimo 36 novos ataques à rede estão em progresso no momento e, podem resultar em uma quebra de dados que será somente descoberta em 2016.

Os ataques às instituições de saúde são possibilitados por vulnerabilidades em dispositivos médicos, vulnerabilidades na segurança de perímetro como firewall e contas de usuários ou computadores comprometidos. Além disso, menos de 5% das empresas de saúde possuem uma habilidade eficiente em identificar um invasor ativo.

Ainda segundo o infográfico, é previsto que a indústria de saúde perca US$305 bilhões nos próximos cinco anos, caso não coloque a segurança cibernética como uma prioridade. Também segundo um relatório da KPMG, 81% dos hospitais e operadoras de planos de saúde tiveram uma quebra de dados nos últimos dois anos.

Confira o infográfico sobre quebra de dados na Saúde:

       
Publicidade

Deixe uma resposta