Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Protocolo diferenciado em UTI Neonatal pode salvar mais vidas

Publicidade

O Simpósio Internacional de Neonatologia promovido pela Maternidade Santa Joana de 12 a 14 de março, em São Paulo, reúne especialistas em Neonatologia de todo o Brasil. Entre os mais diversos temas a serem discutidos, o australiano Nick Evans, chefe da Divisão de Neonatologia do Hospital Royal Prince Alfred, em Sidney, abordou um protocolo inovador de controle da pressão sanguínea do bebê na UTI, que pode ser decisivo na adoção de conduta adequada e imediata para evitar a morte do paciente.

De acordo com ele, a implementação de um protocolo de monitoramento dos bebês na UTI Neonatal pode fazer toda a diferença na conduta terapêutica. Ele apresentou estudos sobre a importância de os neonatologistas realizarem o Ecodopplercardiograma em prematuros, à beira do leito, em vez de acionarem um cardiologista para conduzir o exame, se antecipando a descompensação da pressão arterial do recém-nascido.

Não é uma prática comum ter a equipe de Neonatologia a frente deste tipo de exame de diagnóstico e, isso pode ser fundamental. O motivo é que a pressão arterial dos prematuros apresenta oscilações repentinas, provocando uma lesão cerebral grave que pode levar à morte. Ter uma equipe treinada e apta para este tipo de diagnóstico pode resultar na melhora e agilidade da determinação de uma conduta médica que influirá no quadro do paciente.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta