Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

PROGRAMA EXPORTA CONHECIMENTO E BOAS PRÁTICAS NA ÁREA DA SAÚDE

Publicidade

Os programas de ensino que o Hospital Sírio-Libanês (HSL) mantém junto a profissionais de saúde pública no Brasil, por meio de projetos em parceria com o Ministério da Saúde, e para o desenvolvimento da medicina na América Latina, ganharam uma nova frente. A instituição brasileira recebeu, no mês de fevereiro, uma delegação do Al-Assad University Hospital, de Damasco (Síria), para um estágio inicial de três semanas na área de transplante de fígado.

A vinda da equipe síria foi a primeira etapa de um programa que tem duração prevista de um ano. O objetivo é formar um primeiro grupo de profissionais aptos a realizar transplantes de fígado intervivos e, posteriormente, replicar o conhecimento entre seus pares nos países árabes.

O programa teve início em julho do ano passado, por ocasião da visita, promovida pela Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, do presidente da Síria ao Hospital Sírio-Libanês. As negociações evoluíram a partir de uma parceria com a Câmara de Comércio Árabe-Brasileira. A entidade foi a responsável pela elaboração, junto ao Hospital Sírio-Libanês e ao Itamaraty – por meio da Agência Brasileira de Cooperação – de um planejamento de longo prazo para promover o intercâmbio médico entre aquelas nações e o Brasil.

O programa com a Síria receberá investimentos da ordem de US$ 610 mil, divididos entre o Hospital Sírio-Libanês, o governo Sírio, a Agência Brasileira de Cooperação e a Câmara de Comércio Árabe-Brasileira.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta