Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Profissionais que atuam em Terapia Intensiva se qualificam no DF

Publicidade

O número de leitos de UTIs cresceu em 300% em Brasília, nos últimos cinco anos.

Segundo dados de 2010 doo Ministério da Saúde, o Distrito Federal conta com 897 leitos de UTI para atender a população, um crescimento em mais de 300% em cinco anos. Destes, 417 estão disponíveis na Rede SUS e 480 na Rede Privada. “Os hospitais privados detém o maior número de leitos, mas vale ressaltar que hoje o Distrito Federal possui um grande número de leitos de UTI SUS dentro dos hospitais particulares”, diz o Dr. Rubens Ribeiro, vice-presidente da SOBRAMI – Sociedade Brasilense de Medicina Intensiva.

Com esse crescimento, é importante que todos os profissionais que atuam nas UTIs estejam preparados para atender com qualidade e segurança. Para contribuir com a qualificação dos profissionais, a Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB), em parceira com a entidade local (SOBRAMI), desenvolverá ações em Brasília.

Amanhã (30.9), acontecerá o curso sobre Segurança na UTI voltado aos profissionais da equipes multidisciplinares que atuam nas Unidades de Terapia Intensiva. O curso se baseou no Guia da Unidade de Terapia Intensiva (GUTIS), cartilha que faz parte da campanha nacional Orgulho de Ser Intensivista, criada pela AMIB e traz dez importantes premissas para se ter uma UTI Segura.

De acordo com o médico Dr. Marcelo Maia, presidente da SOBRAMI e coordenador da UTI do Hospital Santa Luzia, “o cenário desejável seria maior número de profissionais titulados e valorizados.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta