Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Produtos irregulares têm comércio suspenso

Publicidade

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu a fabricação, distribuição, comércio e uso, em todo país, de produtos sem registro de seis diferentes empresas: Lacerda & Sá (RE 1078), de Goianésia (GO) (Creme Hidratante Renove com Rosa Mosqueta e Vitamina E e Gel Redutor com Algas Marinhas); Pessini Indústria e Comércio de Cosméticos (RE 1079), de Vila Velha (ES) (todos os produtos); Miracolo Scy Indústria de Cosméticos (RE 1080), da Itália; Protelim Produtos Automotivos (RE 1081), de São Paulo (SP); ICQL Química Ltda (RE 1082), de Duque de Caxias (RJ); Fórmula Quântica Indústria e Comércio de Florais, Géis Florais e Produtos Naturais (RE 1084), de Maringá (PR).
Deixe o seu comentário sobre esta notícia
Tem mais informações sobre o tema? Então, clique aqui
A Agência também suspendeu a fabricação, distribuição, comércio e uso de todos os produtos cosméticos produzidos a partir de 15 de dezembro de 2008 pela empresa Natasha Indústria de Cosméticos (RE 1083), de São Paulo (SP). A empresa mudou-se para local ignorado e, por isso, teve sua autorização de funcionamento cancelada.
O lote 08E481 do medicamento Duzimicin (Amoxicilina 250mg/5ml) 60 ml de suspensão, fabricado pela empresa Prati, Donaduzzi e Cia (RE 1085), de Toledo (PR), foi interditado pelo prazo de noventa dias. O lote apresentou resultado insatisfatório no ensaio de teor de amoxicilina.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta