5º CONAHP debaterá “O Hospital do Futuro: O Futuro dos Hospitais”. Faça já sua inscrição → Clique aqui

Prefeitura de Salvador é indiciada pelo Ministério Público

Publicidade

O prefeito de Salvador, João Henrique Carneiro, responderá por ação de improbidade administrativa diante da gestão das unidades municipais de saúde.
Uma comissão formada pelos vereadores Antonio Lima, Jorge Jambeiro, Paulo Câmara e Téo Sena denunciou o prefeito ao Ministério Público Estadual.
Entre os problemas, as queixas envolvem contratos celebrados pelo município para admissão de agentes de endemia e do Programa Saúde da Família. Além disso, existe uma suspeita de atrasos nos repasses para o pagamento dos profissionais da rede básica, que suspenderam o atendimento em alguns postos.
Sem o trabalho dos agentes, detectou-se que 20 das 39 ambulâncias do Samu não estão em funcionamento.
De acordo com os vereadores da comissão, até agosto, Salvador recebeu mais de R$ 130 milhões do Fundo de Participação dos Municípios. Um total de 15% desse valor corresponde a R$ 19,5 milhões.

       
Publicidade

Deixe uma resposta