Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Prefeitura de Bebedouro quer contratar cooperativa médica para atendimento local

Publicidade

A prefeitura da cidade de Bebedouro-SP deu andamento na proposta de contratação de uma cooperativa médica para atendimento da população local. Segundo Cid Carvalhaes, presidente do Sindicato dos Médicos de São Paulo- Simesp, a proposta é uma precarização da saúde, pois a cooperativa prestaria 9 mil horas de trabalho por mês a custos iguais ou superiores ao que a Prefeitura tem com o atual quadro de médicos. O Simesp realizou uma assembléia geral em Bebedouro, com a presença de representantes da regional do Sindicato de Ribeirão Preto e da Associação Paulista de Medicina- APM na “Casa do Médico”. Para Carvalhaes, a eventual contratação de uma cooperativa de médicos representa “gasto do dinheiro público de forma suspeita, além de uma afronta aos médicos e a população, que sofrerá as conseqüências”.
Em Assembléia, o Simesp e a APM também protestaram contra a demissão sem justa causa do presidente da APM local, o médico Márcio Aguilar Padovani, contratado da prefeitura. Os médicos lutam pela melhoria nas condições de trabalho, dos salários que estão defasados e pela qualidade dos serviços de saúde oferecidos pela prefeitura aos moradores do município.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta