💼 HIS17 Ministro da Saúde, Ricardo Barros, confirma presença no encerramento. Emita sua credencial gratuita

Posto de saúde joga fora remédios vencidos

Publicidade

A Prefeitura de Londrina, no Paraná, descartou nesta semana cerca de quatro mil cartelas de anticoncepcional, cujo prazo de validade expirou. Como a compra do novo lote atrasou, um dos anticoncepcionais mais receitados nos postos de saúde da cidade está em falta.
O Ministério da Saúde enviou 120 mil cartelas. Londrina utilizou 51 mil, sendo que outras 65 mil foram repassadas para cidades vizinhas.
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o governo federal precisa planejar melhor a distribuição de remédios, para que o mesmo desperdício não volte a ocorrer. Dentro de duas semanas os postos de saúde irão normalizar o repasse de anticoncepcionais.
O Ministério da Saúde compra e distribui os anticoncepcionais com base no número de mulheres em idade fértil em cada município. Segundo o ministério, se houver excesso de medicamento, isso deve ser comunicado.

       
Publicidade

Deixe uma resposta