Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Portabilidade deixa 45 milhões de clientes sem direito aos benefícios

Publicidade

A portabilidade da carência que entrará em vigor em 30 dias
vai deixar 45 milhões de clientes de plano de saúde em todo o país, cujos
contratos foram assinados antes de 1 janeiro de 1999, sem direito aos benefícios. Para migrarem, estas pessoas precisam negociar com as
operadoras, a fim de garantir melhores condições de cobertura. O ponto inicial
para a negociação é o preço. Por exemplo, um plano da Unimed (com quarto
coletivo), na faixa de 39 a
43 anos, custa R$ 119,03 mensais, contra os R$ 209,96 cobrados pela Amil.

Deixe o seu comentário sobre esta notícia

Tem mais informações sobre o tema? Então, clique aqui

A gerente jurídica do Instituo Brasileiro de Defesa do
Consumidor (Idec), Karina Grou, ressalta que o consumidor pode apelar para a livre
negociação, se estiver insatisfeito com a atual operadora, mesmo que não seja
beneficiado pela portabilidade.

 

 

 

 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta