Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Por quê o HC deve atender convênios ?

Publicidade

Caros,

Após a polêmica causada pelo anúncio que o HC deseja aumentar seu atendimento de convênios de 3% para 12%, segue um ótimo artigo, explicando porque tal medida é necessária, frente a atual situação do financiamento da saúde pública no Brasil.

Atenciosamente,

Equipe EmpreenderSaúde

Por quê o HC deve atender convênios ?

Adotando-se como referência a sensatez, fica difícil entender a polêmica que se esboça (e começa a crescer) a propósito da decisão de reservar 12% dos leitos do Hospital das Clínicas para os planos de saúde. Hoje, 11% desses leitos já são usados por pacientes que têm convênios, só que essa ocupação acaba não sendo paga. A lei manda o plano de saúde reembolsar, nesses casos, mas as empresas entendem que não são obrigadas a pagar quando seu cliente usa a rede pública de saúde sem qualquer diferença ou reserva. Agora, o reembolso será feito.

Na prática, a nova medida apenas formaliza uma situação que já existia. A diferença é que, até aqui, o HC não era reembolsado pelos 11% de clientes de convênios que atendia e de agora em diante passará a receber, reservando para esses pacientes 12% de seus leitos. Surge assim uma verba nova que o Hospital das Clínicas poderá usar para atender melhor os pacientes do SUS, que ocupam 88% de seus leitos. Poderá melhorar, também, o atendimento àqueles 12% (ou 11%, como vinha sendo) que pagam planos de saúde mas, por alguma razão, preferem o melhor hospital público do Brasil.

A contestação a essa medida tem semelhanças com a pressão permanente que se faz contra a contratação de organizações sociais para a gestão de hospitais e outras instituições públicas. O corporativismo do funcionalismo e seus sindicatos entende que essa parceria tira vagas que só deveriam ser preenchidas por concurso. Recusam-se a entender – pior, recusam-se a enxergar – que o atendimento melhora, que os custos diminuem, que as filas encurtam ou mesmo desaparecem.

No caso da reserva de 12% dos leitos do HC para planos de saúde, alega-se que está sendo desvirtuada a missão daquele hospital, que é a de atender de graça e com a melhor qualidade os pacientes que não têm dinheiro para pagar convênios e hospitais particulares. Esse argumento deixa de lado a realidade, despreza o fato consumado de que pacientes de convênios vão ao HC e, chegando lá, têm de ser atendidos. Outro argumento que não se sustenta é o de que o HC dá “atendimento VIP” aos pacientes de convênio. Na realidade, dá-se a esses pacientes atendimento equivalente ao que recebem em outros hospitais, com a diferença de que agora haverá um reembolso por isso.

É consenso, no meio médico, que a melhor medicina de São Paulo (e do Brasil) é a do Hospital das Clínicas, ministrada sob o olhar atento de professores doutores da mais alta qualificação. Falta ao HC a excelência em hotelaria, mas no atendimento médico, nem os melhores hospitais particulares alcançam a excelência existente no HC. Esse nível poderá melhorar ainda mais, agora, com os novos recursos que se somarão ao suporte financeiro que o governo estadual continuará a garantir.

Fonte: Diário de São Paulo, 10/05/11

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta