Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

Polos de medicina recebem recursos de R$ 5 milhões

Publicidade

Pelo menos 40 municípios e aproximadamente 2 mil pessoas que vivem no interior do Amazonas serão diretamente beneficiados com a primeira fase do Projeto de Realização de Cirurgias Eletivas (que podem ser programadas com antecedência) de Média Complexidade que começa nesta sexta-feira (29).
A ação é da Secretaria Estadual de Saúde, com apoio das prefeituras desses municípios e recursos da ordem de R$ 5 milhões do governo estadual e do Ministério da Saúde.
Segundo o secretário de Saúde do Amazonas, Aguinaldo Costa, essa primeira fase consiste na realização de um mutirão de cirurgias, que deve ser concluído até o mês de julho. Entre as cirurgias a serem realizadas estão aquelas para reparação de hérnias, de problemas oftalmológicis, no sistema digestivo e procedimentos ginecológicos.
Após o término do mutirão, terá início a segunda etapa da ação, que prevê a instalação de polos de medicina nesses 40 municípios para atender não só essas localidades, mas também as áreas adjacentes, incluindo as comunidades ribeirinhas. Por causa desses polos, o Amazonas vai iniciar, já na próxima semana, um processo seletivo para contratação de 497 profissionais. Além de novos médicos, serão selecionados agentes administrativos, enfermeiros, cozinheiros e outros.
“Estamos começando a estruturar uma grande rede de saúde, que já a partir do segundo semestre deste ano vai dedicar-se ao atendimento de municípios e comunidades do interior do Amazonas que estão longe da capital e poderão ser atendidas perto de suas casas com toda infraestrutura necessária”, destacou.
De hoje a domingo (31), Tefé e Alvarães serão os dois primeiros a receber a visita do mutirão. O secretário executivo adjunto do Interior, Evandro Melo, disse à Agência Brasil que o mutirão também vai contribuir para a redução dos custos com transporte e tratamento desses pacientes para Manaus.
“O processo já começou. Todos os 40 municípios já estão selecionado as pessoas que necessitam das cirurgias. Uma equipe em Manaus está responsável pela identificação dos casos prioritários e também pelas orientações a respeito dos exames necessários a serem feitos antes das cirurgias nos próprios municípios”, explicou
Até o fim de 2010, o governo do Amazonas quer inaugurar, reformar e equipar pelo menos mais 20 unidades especializadas, suprindo também a carência existente para o atendimento das populações que vivem distantes de Manaus e até mesmo em áreas ribeirinhas.
“O governo estadual está procurando com essa ação atender às demandas existentes ao mesmo tempo em que vai captar profissionais para montar equipes nos municípios pólo. Nossa expectativa é que já no segundo semestre deste ano todos os pólos estejam com capacidade instalada de profissionais para realizar as cirurgias”, acrescentou Melo.
Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/SB_Web e fique por dentro das principais notícias do setor.

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta