HIS17 Já emitiu sua credencial gratuita para o HIS '17? Clique aqui

Pfizer irá demitir 800 pesquisadores

Publicidade

A Pfizer, maior empresa mundial do setor farmacêutico, irá demitir 800 pesquisadores ou 8% de sua equipe científica, a fim de se centralizar nos tratamentos em desenvolvimento contra o câncer, distúrbios cerebrais e diabetes.
Deixe o seu comentário sobre esta notícia
Tem mais informações sobre o tema? Então, clique
A companhia começou a notificar os funcionários ontem, disse Kristen Neese, porta-voz da empresa, com sede em Nova York. Não esclareceu, entretanto, quais os campos de pesquisa e laboratórios por todo o mundo que serão afetados pelos cortes de pessoal.
A Pfizer deterá o desenvolvimento em estágio inicial de medicamentos para o coração, colesterol alto e obesidade, para se focalizar em doenças mais lucrativas, revelou a companhia em setembro. Os cortes no setor de pesquisas se somam às demissões de 1,2 mil cientistas no ano passado com o fechamento do laboratório da empresa em Ann Arbor, Michigan.
O principal executivo da Pfizer, Jefrey Kindler, já demitiu mais de 14 mil funcionários desde que assumiu o cargo, em 2006.

       
Publicidade

Deixe uma resposta