Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

PF e Anvisa fazem maior apreensão de remédos do ano

Publicidade

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em parceria com a Polícia Federal (PF) e a Vigilância Sanitária de Minas Gerais apreendeu cerca de uma tonelada de medicamentos clandestinos nesta última quarta-feira (17), em Divinópolis, na região centro-oeste de Minas Gerais. De acordo com a Anvisa, essa é a maior apreensão de remédios de 2010. Dois suspeitos de envolvimento no crime foram detidos.
e receba os destaques em sua caixa de e-mail.   
Os medicamentos eram produzidos em uma fábrica ilegal, que ficava em um edifício residencial, na cidade mineira. Os remédios não possuem registro na agência e o Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) da fábrica estava em nome de outra empresa localizada em Porto Velho, em Rondônia. Nos rótulos dos produtos havia a informação de que os medicamentos eram produzidos por esta empresa, de acordo com a polícia.
As investigações da Anvisa duraram seis meses e, durante esse período, outras apreensões foram realizadas em cidades mineiras. Segundo a Agência, os medicamentos produzidos na fábrica de Divinópolis eram vendidos em todo o Brasil. Os remédios eram para doenças na região lombar, como reumatismo e bico-de-papagaio.
Um dos suspeitos foi ouvido pela polícia e depois liberado. Segundo a Polícia Federal, ele seria apenas um ajudante. O outro homem, que seria o proprietário do imóvel, está detido no Presídio de Floramar em Divinópolis.
De acordo com a polícia, a pena para falsificação de medicamentos varia entre 10 e 15 anos de prisão.
 Você tem Twitter? Então, siga http://twitter.com/#!/sb_web e fique por dentro das principais notícias de TI e telecom.
 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta