Referências da Saúde Quem foram os premiados da edição 2016? Confira agora

PF desarticula organização criminosa em São Paulo

Publicidade

Força Tarefa da Receita Federal e da Polícia Federal, com o apoio do ICE (U. S. Immigration and Customs Enforcement) através da Embaixada Americana no Brasil, deflagraram nesta última terça-feira (09) operação que tem o objetivo de cumprir 29 mandados de prisão preventiva e 44 mandados de busca e apreensão nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Pernambuco. A operação conta com 180 Policiais Federais e 80 servidores da Receita.
Detectada há mais de um ano, a operação desarticulou uma das principais organizações criminosas transnacionais, especializada em fraudar o comércio exterior, principalmente com o desvio de mercadorias que chegavam ao Aeroporto Internacional de São Paulo. A quadrilha era composta por empresários, despachantes aduaneiros, empregados de companhias aéreas e servidores públicos, que através de importações irregulares introduziam em território nacional mercadorias importadas como equipamentos eletrônicos, informática e hospitalares, provenientes principalmente dos Estados Unidos e China.
De acordo com as investigações, estima-se que cerca de 80 toneladas de mercadorias por ano eram introduzidas no país, causando dessa forma um prejuízo aos cofres públicos de mais de 50 milhões de reais.  As autoridades americanas, em Miami/Flórida, realizou diligência no armazém da empresa que enviava os produtos para a organização criminosa no Brasil.
Os envolvidos responderão pelos crimes de contrabando e descaminho, crimes contra a ordem tributária, evasão de divisas, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.
A operação é conhecida  como “Trem fastasma” devido à prática utilizada pelos fraudadores de ingressar em áreas restritas com comboios de caminhões, alguns sem autorização (fantasmas), com objetivo de burlar os controles alfandegários e retirar mercadorias irregularmente.
Você tem Twitter? Então, siga  http://twitter.com/ e fique por dentro das principais notícias do setor.
 
 

Publicidade

Notícias como essa no seu e-mail

Faça como mais de 20.000 profissionais do setor de saúde e receba as últimas matérias no seu email.

Deixe uma resposta